Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Opinião
Quarta - 12 de Julho de 2017 às 10:09
Por: Marcela Prado

    Imprimir


Perceberam como a cidade está mais bonita nessa época do ano? E essa beleza se estende por todo o Brasil, afinal, começou a temporada de florada dos Ipês (ou Piuvas, como a árvore é chamada no Pantanal).

O nome Ipê significa casca grossa e é uma palavra de origem tupi e no território nacional pode ser visto com mais frequência no cerrado e caatinga, locais onde encontramos o clima mais tropical de nosso país. Mas também estão presentes no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Eles podem ser vistos com flores nas cores amarelas, rosas, brancas e lilás.

Os nomes também variam de acordo com a região, em Mato Grosso são chamados de Piuvas (peúva = árvore da casca), em Goiás de Ipeúna (ipê comum), no Nordeste e Norte Pau d’arco, devido à sua madeira, que é muito utilizada até hoje para fabricação de arco e flecha.

Já parou pra pensar que o ipê floresce exatamente na época em que não esperávamos tamanha beleza na natureza? Inverno, a época da seca, da baixa umidade, das queimadas (que infelizmente ainda são numerosas)…mas há uma finalidade, a florada vem anunciar que a primavera está próxima.


A facilidade de encontrar a árvore no Brasil, aliada à tamanha beleza, encantou o então Presidente Jânio Quadros, que no Projeto de Lei nº 3380/1961, visava declarar o pau-brasil e o ipê-amarelo, respectivamente, árvore e flor Nacionais, porém o projeto foi vetado no tocante ao ipê, e somente o pau-brasil foi declarado árvore nacional, por meio da Lei nº 6607, de 7 de dezembro de 1978.

Mas ele não se intimidou com o veto e por meio de declaração verbal, apoiada pela população brasileira, o ipê se tornou flor nacional do Brasil, forma pela qual é conhecido mundialmente.

Essa bela árvore que pode alcançar 25 metros de altura não tem somente flores bonitas, mas sua casca e entrecasca têm propriedades medicinais (antiflamatórias, antiinfecciosas e cicatrizantes) e podem ser utilizadas para diversos tratamentos, como: dermatites, varizes, amidalites, infecções renais, entre outros.

E sua madeira é de lei, ou seja, considerada uma madeira de qualidade, utilizada na construção civil e naval, portanto, corre o risco de entrar em extinção. Se tem vontade de plantar uma árvore, opte por um ipê.

E por fim, mas não menos importante, podem reparar que o período de florada dos ipês, as folhas vão caindo aos poucos e ficam somente as flores. Essa é uma das características mais marcantes dessa bela árvore.


Marcela Prado é Especialista em Direito Ambiental Urbano pela UFMT. Criadora do Blog meioambientandoporai.blogspot.com.br



Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/artigo/2083/visualizar/