Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Economia
Quinta - 16 de Setembro de 2010 às 09:57

    Imprimir


A confiança dos consumidores em um patamar elevado e o reaquecimento do consumo no terceiro trimestre elevaram o endividamento e a inadimplência em setembro, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

O percentual de famílias endividadas subiu de 59,1% em agosto para 59,2%. Desse total, 9,0% não terão condições de pagar suas dívidas, ante 8,8% no mês anterior. O percentual dos que responderam que têm dívidas ou contas em atraso se manteve em 24,7%.

O cartão de crédito é o principal tipo de dívida para 71,5% das famílias endividadas, seguido pelos carnês (24,6%) e pelo crédito pessoal (10,7%).

Os financiamentos de carro e da casa própria, dívidas de longo prazo, também foram citados por, respectivamente, 10,4% e 3,3% dos entrevistados. Em ambos os casos, houve elevação ante o resultado em agosto, quando esse tipo de débito foi mencionado por 9,4% e 3,1% das famílias.

Outra pesquisa da CNC aponta que a intenção de consumo das famílias brasileiras cresceu 0,6% em setembro, atingindo 135,2 pontos, registrando o quinto mês consecutivo de alta. No terceiro trimestre, a elevação atingiu 1,7% sobre os três meses imediatamente anteriores.

A pesquisa mostra ainda que as famílias mais pobres estão mais otimistas com a intenção de consumo (alta de 0,8%) do que as famílias mais ricas (queda de 0,8%). Na análise por região, o destaque ficou com o Nordeste (2,0%). As capitais que mais contribuíram para a elevação do índice foram Rio de Janeiro (6,4%), Fortaleza (4,6%) e Porto Alegre (4,2%). 






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/115320/visualizar/