Repórter News - www.reporternews.com.br
MT Eleições 2014
Quinta - 16 de Setembro de 2010 às 05:00
Por: Edivaldo de Sá

    Imprimir


O Juiz da 17ª Zona Eleitoral de Arenápolis que abrange os municípios de Arenápolis, Nortelândia, Santo Afonso e Nova Marilândia, deflagrou uma campanha nos municípios de sua circunscrição, objetivando conscientizar os eleitores da importância de se ter um processo eleitoral limpo, sem vícios e principalmente tranquilo nas eleições de 2010. No próximo dia 03 de Outubro os eleitores de todo o país vão as urnas para votar em seis candidatos (presidente, governador, senador (dois votos), deputado estadual e federal), quando terão que digitar no mínimo 19 números/caracteres correspondentes aos candidatos escolhidos. 

O responsável pelas eleições nas quatro cidades do médio norte está promovendo uma campanha por eleições limpas, idealizada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Na sua terceira edição a campanha intitulada “Não Vendo meu Voto” pretende conscientizar os principais personagens da democracia da importância do voto e do papel que cada um tem a cumprir na fiscalização do pleito.

Na manhã desta quarta-feira (15.09), no plenário da Câmara Municipal de Santo Afonso, Alexandre Delicato Pampado se reuniu com cerca de 50 pessoas, entre políticos, mesários e populares para falar da campanha e promover o treinamento dos mesários que irão colaborar com a realização das eleições deste ano no município. Alexandre Delicato alertou que o eleitor só poderá votar se estiver munido do titulo de eleitor e um documento oficial com foto, bem como, sobre a responsabilidade criminal que acarretará a aquele que descumprir a convocação da Justiça Eleitoral. O magistrado fez uma explanação de tudo o que pode e o que não pode neste período de campanha, e principalmente no dia das eleições, sem falar no compromisso das pessoas envolvidas com a lisura do processo eleitoral.

Durante sua palestra, o Juiz Eleitoral da 17ª Zona fez questão de ressaltar que o voto pode mudar o futuro do país e de toda a sociedade, motivo suficiente para não votar por votar. “É importante que o eleitor saiba quem são seus candidatos buscando informações sobre cada um deles, comparando-os e analisar se o que eles dizem realmente reflete no seu comportamento” destacou.

O magistrado eleitoral fez questão de frisar que a tentativa de compra de voto por parte de alguns candidatos pode ocorrer, às vezes, de forma muito sutil, com o oferecimento de um presente, a prestação de um serviço ou mesmo de um favor, sendo importante que o eleitor denuncie esse tipo de prática e impeça que maus políticos governem ou decidam o futuro do eleitor. “É muito simples, se um candidato busca atingir um eleitor corrompendo-o, certamente ele será corrompido, comprometendo o futuro de todos os cidadãos” sentenciou.

Alexandre Delicato informou que o TSE, disponibilizou no portal institucional dicas importantes para que o eleitor possa identificar qualquer tentativa de compra de voto e, principalmente, saiba como denunciar. Também elaborou uma cartilha com informações para que o eleitor aprenda como é possível assumir uma postura ativa no combate às irregularidades e campanhas perniciosas.

A denúncia em relação a crimes eleitorais pode ser feita diretamente à Promotoria Eleitoral, à Polícia Federal, ao juiz eleitoral da cidade, ou a um Comitê 9840 (www.lei9840.org.br).

A Chefe do Cartório Eleitoral da 17ª Zona, Adria Schwarz, conduziu explanação sobre a parte teórica do dia das eleições e o treinamento dos mesários que irão trabalhar no dia 03 de Outubro.

Estiveram presentes o prefeito municipal, Silvio Souto, o presidente da Câmara Municipal, Fidelcino Mendes Brito, e os vereadores Pedro Caldeira e Vanda.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/115359/visualizar/