Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Internacional
Terça - 19 de Junho de 2007 às 06:58

    Imprimir


Uma mulher presa dois anos atrás por passear sem a parte de cima da roupa aceitou hoje o acordo indenizatório de US$ 29 mil por parte da Prefeitura de Nova York, nos Estados Unidos. Ela havia aberto um processo contra as autoridades alegando maus-tratos de policiais no dia da detenção.

A americana Jill Coccaro, 27 anos, foi presa apesar de uma decisão judicial de 1992 concluir que homens e mulheres têm o mesmo direito de ficar sem a parte superior da roupa. Coccaro, que agora atende pelo nome de Phoenix Feeley, ficou por 12 horas em custódia antes de os promotores afirmarem que não prestariam queixas contra ela.

Feeley contou ao jornal New York Post que não foi bem tratada após sua detenção, em agosto de 2005. Ela afirmou que um policial a arrancou de uma viatura pelos cabelos e que em seguida foi encaminhada a um hospital para passar por uma avaliação psiquiátrica.




Fonte: AP

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/220973/visualizar/