Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 24 de Janeiro de 2007 às 15:12

    Imprimir


O Ministério Público Federal (MPF) se alia a Polícia Federal, Exército e ao Grupo Especial de Fronteira (Gefron) para combater o crime organizado em Mato Grosso. O MPF inaugurou na manhã de ontem, em Cáceres, a primeira unidade da Procuradoria da Republica Municipal (PRM) no interior do Estado. A idéia será unir com as demais forças de segurança para fiscalizar e combater com maior eficácia os crimes de descaminhos, ambientais, evasão de receita prostituição e, principalmente, o tráfico de drogas.

O município foi escolhido, segundo o procurador-chefe do MPF no Estado, Gustavo Nokami, devido sua posição geográfica estratégica - localiza-se a margem da BR-174, principal ligação terrestre dos estados amazônicos ao Sul do país e distante 80 quilômetros da Bolívia - mas, principalmente, porque a comarca de Cáceres concentra o maior número de réus presos de toda região Centro Oeste. Com capacidade de abrigar 192 presos, atualmente cumprem pena na cadeia do município 234 pessoas, a maioria por tráfico de drogas.

A instalação da PRM em Cáceres, faz parte de um processo de interiorização do Ministério Público Federal, no país acompanhando o Judiciário Federal. O município também foi o primeiro do interior de Mato Grosso a se instalar uma vara da Justiça Federal. O procurador da República, Vicente Solari de Moraes Rego, foi designado para chefiar a unidade. A atuação da procuradoria não se limita ao campo repressivo. Vai atuar também, de acordo com Nokami, na fiscalização do controle das verbas públicas, no sentido de impedir corrupção e desvio de recursos.

Além de Cáceres, a sede atenderá os municípios de Araputanga, Comodoro, Conquista D´Oeste, Curvelândia, Figueirópolis, Glória D´Oeste, Indiavai, Jauru, Lambari D´Oeste, Mirassol D´Oeste, Nova Lacerda, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Porto Estrela, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu, São José dos IV Marcos, Vale do São Domingos e Vila Bela da Santíssima Trindade, todos localizados na fronteira com a Bolívia, considerada uma das maiores rotas do tráfico no país.

O prefeito Ricardo Henry, destacou a atuação dos órgãos de segurança, observando que a instalação da Procuradoria da República no município, irá fortalecer ainda mais o combate a criminalidade na faixa de fronteira, garantindo a manutenção da paz aos cidadãos que escolheram a região para se instalarem e produzirem. A solenidade aconteceu às 10h. Com estrutura de 5 servidores, a procuradoria foi instalada no bairro da Cavalhada, um dos mais populosos do município.





Fonte: 24HorasNews

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/246183/visualizar/