Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Quinta - 30 de Novembro de 2006 às 09:15

    Imprimir


O governo concordou em reajustar a tabela de Imposto de Renda de pessoas físicas em 3% no dia 1º de janeiro próximo e outros 3% em 2008. A informação foi dada pelo relator-geral do Orçamento de 2007, senador Valdir Raupp (PMDB-RO). Ele esteve reunido pela segunda vez com a equipe econômica no final desta quarta-feira (29), quando recebeu a informação.

Raupp vinha pressionando o Executivo a conceder o reajuste desde a semana passada, juntamente com o presidente da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, deputado Gilmar Machado (PT-MG). A proposta inicial de Raupp previa dois reajustes, de 5% cada. O governo fez a contraproposta de 3%, índice próximo da inflação deste ano.

O secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, e o Secretário da Receita Federal,Jorge Rachid, ponderaram que o governo não tem dinheiro para uma correção mais elevada. Além disso, fica difícil corrigir a tabela do IR acima da inflação em um ano em que o salário mínimo terá apenas a inflação mais o crescimento do PIB per capita.

Salário mínimo

O deputado Gilmar Machado afirmou que o governo aceitou manter o salário mínimo em R$ 375, como havia previsto no projeto de orçamento enviado ao Congresso. Há menos de dez dias, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que, para cumprir a lei, o salário mínimo deveria ficar menor - R$ 367. O relator-geral do orçamento insistiu nos R$ 375, agora confirmados pelo governo.

Valdir Raupp reservou dinheiro no Orçamento de 2007 para bancar a perda de arrecadação proveniente da correção da tabela do Imposto de Renda - cerca de R$ 437 milhões.





Fonte: 24HorasNews

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/257383/visualizar/