Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 16 de Maio de 2006 às 12:49

    Imprimir


Maria da Penha Lino, a ex-assessora do Ministério da Saúde acusada de participar da quadrilha que fraudava licitações para compra de ambulâncias, está sendo transferida neste momento para Brasília.

De acordo com o advogado da acusada, Eduardo Mahon, Maria da Penha vai ficar sob custódia da Polícia Federal até o momento do depoimento dela na Câmara dos Deputados. "Ela vai apontar, na Câmara dos Deputados, os nomes de todos os envolvidos na 'Máfia da Ambulância'", disse Mahon.

O advogado revelou também que entregou há pouco, no protocolo do Superior Tribunal Federal (STF), o HD de um computador da Planam, empresa apontada como responsável pelas fraudes. A ex-assessora já apresentou nome de dezenas de parlamentares que estariam envolvidos no esquema ilícito e que trabalhariam para Planam. O HD da Planam conteria documentos importantes para a investigação.

A ex-assessora Maria da Penha Lino está presa desde o dia 6 de maio, quando foi deflagrada a Operação Sanguessuga.





Fonte: Folha do Estado

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/300769/visualizar/