Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 30 de Novembro de 2005 às 09:16

    Imprimir


Após ser alertado por recados, João Dorileo Leal decidiu marcar posição. Fez cartas relatando os fatos e enviou a várias autoridades (ver íntegra nesta página). Entre elas, o presidente da Ordem dos Advogados de Mato Grosso (OAB/MT), Francisco Faiad, o conselheiro do Tribunal de Contas (TCE), Antônio Joaquim, e o senador Antero Paes de Barros (PSDB).

Além disso, carimbou a história em duas notas na coluna Aparte de A Gazeta, do dia 9 deste mês. Para assegurar o que considera vício no comportamento de Julier, Dorileo fez publicar um anúncio cifrado num jornal de circulação em Brasília (ver fac-símile), onde faz alusão à história.

Fala de um árbitro, juiz, torcedor do Botafogo, equipe de futebol conhecida como a estrela solitária, que inconformado com prejuízos para o seu time, o PT, estaria usando os poderes para melhorar o ano da estrela, símbolo do PT, e data um dia antes de Finados, ou seja, 1º de novembro.

"Não tenho dúvida de que sou alvo de uma perseguição de Julier e vou sair desta história como entrei, totalmente limpo", comentou Dorileo, que acusa o juiz, amigo de Alexandre Cesar e do PT, de abuso de autoridade. "Ele pensa que pode tudo, colocar todo mundo na mesma vala, mas comigo será diferente. Não tenho nada a temer", reagiu.




Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/332523/visualizar/