Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 05 de Janeiro de 2005 às 07:22

    Imprimir


Segundo o prefeito Wilson Santos a Sanecap hoje é deficitária, mas tem condições de ser superavitária. Ele pensa inclusive em instituir uma tarifa mais barata para evitar a inadimplência. Santos destaca que o município está construindo as condições de administrar o saneamento. "Se a Sanecap for administrada de forma responsável, com os princípios da iniciativa privada, eu creio que em seis ou oito anos, nessa linha, ela será superavitária", afirma.

Mas enquanto isso não acontece, o prefeito já pediu à presidente da Sanecap, Eliana Beatriz Lima, que veja se há com as Parcerias Público Privadas (PPP), em nível nacional, alguém interessado em vir para a Sanecap como provável captalizador para trabalhar na área do esgoto. Santos ressalta ter simpatia pelas PPPs, mas somente para o esgoto, no caso de Cuiabá. Isso porque atualmente somente 40% do esgoto da cidade é coletado e desses, 72% são tratados. Na conta final isso dá um resultado onde apenas 25% do esgoto da capital é tratado. Na questão da água a situação é diferente porque 96% da população já tem o serviço.

Mas o maior problema de imediato é o bloqueio judicial das contas da prefeitura pelo não pagamento aos servidores aposentados e pensionistas da Educação. "Chamei ontem os professores aposentados e pensionistas e abrimos uma negociação. Eles foram flexíveis, compreenderam a situação da prefeitura, aceitam receber o que houve de decisão judicial em duas parcelas, já melhorou bastante e vamos tentar ainda hoje e amanhã resolver a situação. Só a parcela inicial é R$ 851 mil", pontua o prefeito.




Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/361396/visualizar/