Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Saúde
Quinta - 08 de Abril de 2004 às 10:11

    Imprimir


O Conselho municipal de Saúde de Tangará da Serra se reuniu na tarde da última terça-feira (06), na sala de reuniões da SEICOTUR – Secretaria Municipal de Indústria Comércio e Turismo, para debater assuntos que se encontravam na pauta da convocação de uma reunião ordinária, todavia, a reunião só foi iniciada após uma hora do horário previsto, por falta de quorum. Dentre os assuntos a serem discutidos, os mais relevantes seriam a apresentação aos conselheiros do novo Secretário Municipal de Saúde, Emilio Nascimento, eleição da nova diretoria e a apreciação do relatório SIOPS – Sistema de informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde.

A presença da prefeita municipal, Ana Maria Monteiro de Andrade bem como do Secretário Municipal de Saúde, Emílio Nascimento, suscitou novamente o tema da regionalização da saúde. Ana Monteiro solicitou do Conselho o apoio para reinício das conversações e nesse sentido recebeu o consenso dos conselheiros que apoiaram plenamente a propositura da chefe do Executivo.

De acordo com a prefeita, é de suma importância essa conquista para o município, pois, só assim, haveria um enxugamento na área de saúde curativa e os recursos advindos desse enxugamento seriam usados em prol da saúde preventiva.

Ainda nesse sentido, o representante do governo no médio norte, Clóvis Batista da Silva, sinalizou positivamente para a questão, pois, segundo ele, há que se pensar em um meio de conservar o que já existe, fazer as adequações necessárias na Unidade Mista e ainda permitir que o município não fique sobrecarregado com uma carga que poderia ser administrada em conjunto. “Com a administração feita em conjunto, o município estaria com mais dinheiro em caixa, possibilitando assim, aplicar mais recursos na saúde preventiva, entenda-se aí a ampliação dos PSF – Programa de Saúde da Família”, frisou.

Outro ponto a ser destacado nesse momento de transição, seria a parceria entre o Escritório Regional de Saúde e o município. Conforme informações do Coordenador do Escritório, Paulo Roberto Araújo, a prefeitura estaria adquirindo uma área próxima à Unidade Mista onde seria construída a sede do órgão. “Com essa parceria e a regionalização da Saúde, teríamos a facilidade de estar congregando um complexo de saúde para melhor atender a população”, destacou.

Tangará da Serra por ser uma cidade pólo no médio norte é um centro de referência tanto na área de educação quanto na área de saúde e, recebe ainda pacientes que necessitam de atendimentos de média e alta complexidade. Esses pacientes são atendidos no município, contudo, a dotação orçamentária para a Unidade Mista de Saúde é insuficiente para atender toda a demanda da região. “Tangará sozinha não pode arcar com todo esse processo e se faz necessário as parcerias e para isto estamos buscando a regionalização do complexo de saúde, para com isso, garantir um melhor atendimento e qualidade de vida à população”, salientou a prefeita.




Fonte: Diario da Serra Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/386618/visualizar/