Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica MT
Sábado - 20 de Setembro de 2014 às 10:31

    Imprimir


O candidato ao governo do Estado Lúdio Cabral (PT) voltou a afirmar que o ex-deputado federal Pedro Henry está agindo nos bastidores em prol da campanha do senador Pedro Taques (PDT).

Para o petista, o fato de o ex-parlamentar ter se desfiliado do Partido Progressista (PP) pouco antes das convenções partidárias foi uma estratégia da coligação para não ter sua imagem vinculada ao do mensaleiro.

“Ele continua sendo a maior liderança do PP. É muito estranha esta desfiliação dele a dois dias da convenção partidária. Já estavam criando uma vacina para evitar isto, para evitar veicular a imagem do Taques à de um político que esteve envolvido em esquema de corrupção”, afirma.

Lúdio ainda cita o fato de o senador pedetista estar escondendo outros apoiadores como os ex-prefeitos de Cuiabá Wilson Santos (PSDB) e Chico Galindo (PTB).

“Eu não escondo nenhum dos apoios que eu tenho. Já ele tem um trio que concorre para ver quem fez o pior governo de Cuiabá”, alfineta o petista.

Além disso, o candidato petista ainda acusa Taques de elencar seus aliados para atacar diretamente, para que ele não absorva o desgaste.

“Eu queria ir para o enfrentamento direto, mas o senador elenca seus aliados para nos atacar o tempo todo. Nesses últimos dez dias os ataques têm sido constantes, enquanto ele foge do debate”, pontua.

Apesar de também responder aos ataques, especialmente em seu programa eleitoral de televisão, Lúdio não teme perder votos.

“Nós estamos apresentando nossas propostas, mas em uma eleição você disputa com as contradições de seu adversário, e é isso que estou fazendo, mostrando as contradições que Taques tem”, argumenta. 





Fonte: Do DC

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/401748/visualizar/