Repórter News - www.reporternews.com.br
Agronegócios
Segunda - 20 de Março de 2017 às 16:01
Por: Carlos Palmeira/RD News

    Imprimir


Cidinho diz que operação foi ruim porque gera sensação de que toda carne é imprópria para consumo
Cidinho diz que operação foi ruim porque gera sensação de que toda carne é imprópria para consumo

O senador Cidinho Santos (PR) critica a condução das investigações da Operação Fraca, da Polícia Federal (PF), nesta segunda (20). O parlamentar diz que algumas informações em relação ao esquema de corrupção foram publicadas de maneira irresponsável e que o fato pode trazer graves consequências graves para a economia brasileira.

O senador argumenta que os erros cometidos podem afetar produtores, consumidores e até a balança comercial do país, já que o mercado externo está reagindo de acordo com as primeiras informações da operação.

“É lamentável que um órgão de Governo tenha tomado uma decisão e feito uma operação dessa natureza sem ao menos que o Governo soubesse e muito menos que o Governo tivesse conhecimento para poder dizer "isso aqui vai interferir na nossa economia". Se tivessem que punir, como tem que punir, os maus funcionários, que punissem, mas não expusessem da forma como foram expostas as nossas agroindústrias e nosso setor, por que somos bons e somos reconhecidos mundialmente”, argumenta.

Cidinho defende que a condução da operação foi ruim porque gera nos brasileiros a sensação de que toda a carne vendida nos mercados é imprópria para o consumo. Ele ainda cita as diversas piadas que circularam nas redes sociais de que os produtos de origem animal estariam levando papelão em sua confecção. “Hoje ninguém é besta. Nós temos a internet, temos os serviços de reclamação e de atendimento ao consumidor. Se tem dois anos que o povo brasileiro está comendo carne podre, por que ninguém reclamou? Vocês acham que o povo não ia reclamar se tivesse dessa forma? Então é uma irresponsabilidade muito grande com o Brasil na forma que foi colocada [a operação]”, disse.

Entre os equívocos que o parlamentar cita ter ocorrido está a falta de comprovações técnicas de que os alimentos estariam impróprios. “Como você pode dizer que estamos servindo carne podre para a nossa população se nem uma amostra foi levada para o laboratório? Com certeza vai ser um processo que vai ser anulado, porque não tem um laudo de um laboratório oficial para atestar aquilo que a Polícia Federal afirma em sua entrevista coletiva na sexta”, pontuou.

Além disso, ele defende algumas das empresas citadas, como a BRF, que tem parceria comercial com empresas do senador, segundo ele mesmo. O parlamentar disse que lamenta muito o nome de marcas consolidadas “serem jogadas na lata do lixo, como foram colocadas por essa investigação”. Cidinho chegou a prestar solidariedade às empresas envolvidas.

O republicano afirmou que espera que o Governo consiga realizar nos próximos dias as auditorias nas 21 empresas apontadas como suspeitas para que se prove “para o país e o mundo que o sistema é seguro”.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/423534/visualizar/