Repórter News - www.reporternews.com.br
Policia MT
Sábado - 12 de Agosto de 2017 às 08:16

    Imprimir


O comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcos Vieira da Cunha, exonerou o cabo Reinaldo Jorge Magalhães e o soldado Renato Carradine de Souza de suas atribuições militares. Ambos foram detidos em 2015 por cobrar propina para não prender traficantes de drogas em Cuiabá.

A expulsão dos militares foi publicada no Diário Oficial, que circula nesta sexta-feira (11).

Ficou determinado o recolhimento da identificação funcional, do fardamento e dos apetrechos que pertencem ao Estado e que estejam em posse de ambos.

Conforme apurado pela Corregedoria da Polícia Militar, eles cobravam propina de R$ 10 a R$ 15 mil para que traficantes da Capital não fossem presos, principalmente, no bairro Santa Izabel. Os casos teriam sido registrados em agosto de 2015.

Ainda foi apurado que eles ‘liberavam’ o porte ilegal de armas, e autorizavam a continuidade do fornecimento de drogas.

Conforme trecho da exoneração, ambos foram excluídos do quadro da PM “[...] por ter cometido os fatos descritos na peça acusatória, violando os valores éticos, morais, deveres e obrigações previstos no Artigo 12 e 13, itens 1 e 2, bem como dos itens 1, 6, 7, 8 do Regulamento Disciplinar da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso (RDPMMT) [...]”.

À época, a prisão foi determinada pela juíza da 7ª Vara Criminal, Selma Rosane. Eles foram detidos na sede do Comando Geral da Polícia Militar.





Fonte: ReporterMT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/425827/visualizar/