Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cultura
Segunda - 08 de Fevereiro de 2021 às 10:14
Por: Rodrigo Meloni/Da Assessoria

    Imprimir


catalogart expo 2.jpeg

O programa CatalogART nasceu com um objetivo específico: fortalecer a cultura mato-grossense. “Quando pensamos o projeto, pensamos na defesa do produto cultural de Mato Grosso, no reconhecimento do acervo artístico de nossos pintores, escritores e demais artistas, e daí surgiu a decisão de optarmos por uma solução simples e eficiente: a catalogação, digitalização e certificação de obras de arte produzidas por artistas do nosso estado”, explica o idealizador e criador do projeto, o empresário e gestor cultural Guilherme Chaves.

O gestor cultural destaca que a ação, que começa nesta quarta (10) propõe uma nova visão sobre como preservar a arte mato-grossense, patrimônio imaterial da população que deve ser resguardada para as próximas gerações. “Aqui o nosso propósito é de valorizar a arte regional, através de padrões de certificação, exposições físicas e digitais em 360º em uma série de ações culturais realizadas pelo Instituto Ateliê de Projetos”.

Com isso em mente, surgiu a necessidade de entender qual o próximo passo a tomar. Com auxílio de sua companheira, a arquiteta e diretora de arte Nadja Lammel, mais uma equipe de profissionais capacitados para a função, chegou-se à conclusão de que os artistas são e serão selecionados por banca composta por profissionais da cena cultural do Estado, composta por curadores, professores de arte, artistas visuais e jornalistas.

Com a ideia amadurecida, deu-se o momento de colocá-lo em prática, e o projeto foi selecionado no edital MT Criativo, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel) com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

1ª Exposição CatalogART

A 1ª exposição CatalogART possui curadoria de Odete Venâncio, importante artista visual e curadora, que se destaca principalmente, ao se voltar para o estudo e valorização da temática indígena e abordar símbolos regionais com grande sensibilidade artística.

A primeira edição da exposição contará com consagrados artistas regionais: Heleninha Botelho, Adão Domiciano, Zilda Barradas, Fred Fogaça, Wender Carlos, Alair Fogaça, Amilton Martins, Elieth Gripp e Régis Gomes, dentre outros, traduzidos através de obras que fazem parte de momentos importantes para os artistas. “São trabalhos que foram realizados durante a carreira ou até mesmo recentemente”, explica Guilherme Chaves. Segundo o gestor cultural, em breve haverá a publicação de edital de seleção para novas etapas e continuidade do programa.

O público poderá conferir a exposição a partir desta quarta (10), quando os organizadores dão o pontapé inicial à 1ª Exposição CatalogART. A abertura está programada para às 18h30, na Galeria Lava Pés, localizada no hall principal da Secretaria de Estado de Cultura (Secel). O encerramento desta primeira exposição está programado para o dia 30 de fevereiro.

Agendamentos devem ser feitos pelo e-mail catalogartmt@gmail.com, e mais informações podem ser obtidas pelos telefones (65) 99915-7713 / 99640-7713 / 3025 1235.

Homenagem

O homenageado nesta etapa do programa será o artista plástico Victor Hugo, recentemente reconhecido pelo título de Embaixador do Pantanal. Sua obra já possui reconhecimento internacional, devido a sua dedicação a retratar a natureza, fauna e flora do bioma pantaneiro. Outro viés de seu trabalho é retratar figuras oficiais e públicas com imensa qualidade técnica.

Instituto Ateliê de Projetos

O Instituto Ateliê de Projetos atua diretamente no fomento e valorização dos segmentos da Economia Criativa, e já realizou mais de 20 exposições e eventos culturais no Brasil e nos Estados Unidos. A entidade foi fundada por Guilherme Chaves e Nadja Lammel, renomada profissional em projetos arquitetônicos, cenografia para eventos e exposições.

Exposição

Além da exposição, o programa tem como principal ação a realização da Palestra Gestão de Museus Virtuais 360º, ministrado pelo Professor Doutor Ricardo Macedo. PhD em Gestão com ênfase em Inovação pela UTAD de Portugal, a palestra acontecerá neste sábado (06/02), a partir das 18h, na sede da Secretaria de Estado de Cultura. Gratuita, a palestra tem capacidade presencial para 50 pessoas e é aberta ao público, via transmissão ao vivo pelas redes sociais do governo estadual. Conta ainda com apoio cultural do Studio Portal.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/440331/visualizar/