Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Sexta - 12 de Fevereiro de 2021 às 14:09
Por: Adilson Rosa | Seduc-MT

    Imprimir


Assessores pedagógicos e diretores das DREs/Cefapros discutiram nova estrutura na Seduc - Foto por: David Borges

Assessores pedagógicos e diretores das DREs/Cefapros discutiram nova estrutura na Seduc

A | A

A gestão da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) tem se reunido e dialogado com diretores e assessores pedagógicos dos principais polos da educação.

Pela nova estrutura, as Diretorias Regionais de Ensino (DREs)/Cefapros vão representar a Seduc – equivalente a uma estrutura intermediária entre o órgão central e as unidades escolares. Na semana passada, cerca de 100 profissionais da educação – entre assessores pedagógicos e diretoria dos Cefapros – participaram de uma reunião no auditório da Seduc.

No encontro, foi falado sobre como será a união das Assessorias Pedagógicas com os 15 Cefapros que, a partir de agora, serão Diretorias Regionais de Ensino. Participaram 80 pessoas na forma presencial e 25 online.

Com o processo de regionalização, as decisões serão descentralizadas, pois o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, defende maior eficiência dos indicadores pedagógicos da rede estadual de ensino, ao se levar como critério a realidade de cada escola.

“Sempre reafirmo que não vamos reinventar a roda. A administração será pautada em evidências, com a utilização das melhores práticas. Quando se fala em DRE, é no sentido de aproximar a Seduc das escolas, pois é humanamente impossível administrar 731 escolas num estado continental que é Mato Grosso, de um só lugar”, assinala.

Avaliação dos participantes

Entre os participantes da reunião estava o assessor pedagógico em Juara, Vanderlei Carvalho, que aprovou o que foi apresentado no encontro.

“Estou satisfeito pela iniciativa do secretário Alan Porto de trazer os assessores para o debate. A expectativa é a melhor possível, pois nessa nova estrutura vamos poder fazer um trabalho tendo como foco a aprendizagem dos alunos”, afirma.

A diretora regional de Rondonópolis, Valdelice de Oliveira, também saiu do encontro com o mesmo entendimento. “Foi fácil compreender a nova estrutura. A expectativa é que vamos trabalhar para dar certo. A escola precisa deixar a vaidade de lado, pois é a escola a instituição que sempre será nosso foco central”.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/440461/visualizar/