Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cultura
Quinta - 26 de Agosto de 2021 às 10:27
Por: Da Assessoria

    Imprimir


A partir de 04 de setembro, o público infantil terá a oportunidade de conferir o espetáculo CATASTRÔFE, que será apresentado exclusivamente no Facebook. Idealizado pela Companhia das Rosas, CATASTRÔFE é um espetáculo de teatro de bonecos e circo, em formato audiovisual. Em cena, a história de Rosa, uma menina que, em período de isolamento social, sente-se sozinha e chateada. Dentro do seu quarto, cria um circo com seus bonecos e consegue se comunicar com seus vizinhos através a da sua janela.

O espetáculo é livremente inspirado no livro “O Circo Catástrofe” de Benjamin Chaud, em que a protagonista adora o circo e cria peripécias arriscadas dentro de casa. Em CATASTRÔFE, nossa protagonista, uma menina-boneca, tenta se comunicar com seus vizinhos e, para eles, faz números de circo com seu cachorro acrobata como cúmplice e assistente. Com suas invenções ela contagia e alegra os vizinhos. O que vemos é uma imagem de comunhão da vizinhança - um manifesto nos tempos de hoje, em que tanto a falta do outro como a comunicação por meio das janelas tornaram-se muito presentes.

O espetáculo será transmitido durante a primeira quinzena de setembro na plataforma do Facebook em 6 diferentes perfis de espaços culturais públicos da cidade de São Paulo, e contarão com a interação ao vivo das artistas. Durante a transmissão acontecerá a interpretação simultânea para linguagem de sinais.

A criação do espetáculo integra o projeto de mesmo nome, e conta também com a realização de uma oficina de circo para crianças. A oficina Cir Casa fecha a programação e acontecerá no dia 12 de setembro, pelo aplicativo Zoom. Os interessados deverão fazer sua inscrição pelo site do Sympla, mas a atividade é gratuita e sem restrição de idade. A oficina será ministrada pelas artistas da companhia, Erica Stoppel e Luara Bolandini, e durante a atividade serão exibidas cenas da boneca Rosa com posterior realização de atividades corporais estimuladas pelas artistas.

O projeto foi realizado com apoio do Edital de Fomento ao Circo- 5ª edição, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura da cidade de São Paulo

Companhia das Rosas:

A Cia das Rosas surgiu em 2017 a partir de uma parceria criativa, que se estabeleceu entre Erica Stoppel e Luara Bolandini, sobre uma pesquisa centrada na relação entre a arte circense e o teatro de bonecos. Em busca de um discurso poético sobre o trapézio que pudesse se distanciar do arquétipo da mulher trapezista, surgiu a criação de “um outro corpo”, o corpo boneca, que pudesse se adaptar às necessidades técnicas que o corpo da manipuladora e a movimentação no trapézio solicitam.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/445874/visualizar/