Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Segunda - 24 de Outubro de 2011 às 20:42
Por: Débora Siqueira

    Imprimir


Com o auxílio da Polícia Militar e do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Mato Grosso, o Gaeco de Mato Grosso do Sul cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão em Rondonópolis, na Operação Holambra, que investiga uma quadrilha composta por policiais civis e militares.

De acordo com as investigações, os policiais militares exigem o pagamento de “propina” para permitirem a passagem de carregamentos ilícitos que obrigatoriamente passam pela cidade, rota dos contrabandistas vindos do Paraguai. O Gaeco investiga o assunto desde fevereiro deste ano e realiza a operação para ampliar a coleta de provas e impedir que os agentes públicos com desvio de conduta continuem no exercício do cargo.

A assessoria do Gaeco/MS não informou se a pessoa investigada em Rondonópolis é ou não um policial. O comandante regional da Polícia Militar, coronel Valdivino Pimentel, disse que a PM só irá se manifestar após o cumprimento da ação. O promotor responsável pelo caso, Marcos Alex de Oliveira, não pôde ser ouvido pela reportagem, pois estava interrogando os presos, em Campo Grande (MS).

Ao todo estão sendo cumpridos 34 mandados de busca e apreensão domiciliar, 9 mandados de busca e apreensão de veículos, 8 mandados de prisão preventiva, 12 mandados de prisão temporária. Promotores do Gaeco de Mato Grosso preferem não se manifestar sobre o caso, já que a ação é dos colegas de outro Estado; eles só apoiam a ação.

A operação é realizada nas cidades de Campo Grande, Sidrolândia, Dois Irmãos do Buriti e em Rondonópolis. Participam da operação integrantes do Gaeco de Mato Grosso, Agência Central de Inteligência, do CIGCOE, do 14º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária, da Força Tática dos 1º, 9º e 10º BPM, da Corregedoria da PM, auditores fiscais do NUREP e promotores de Justiça do Gaeco.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/71484/visualizar/