Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica MT
Sexta - 21 de Maio de 2010 às 13:28

    Imprimir


O ex-deputado federal e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado, Ubiratan Tom Spinelli, que completa 62 anos no próximo dia 29, está detido na sede da Polícia Federal em Belo Horizonte (MG) desde às 6h desta sexta. Dono de uma madeireira em Machadinho, em Rondônia, Ubiratan é um dos envolvidos em suposto esquema de crimes ambientais e fraudes ao sistema de crédito da secretaria de Meio Ambiente de Mato Grosso. Seu filho Rodrigo Spinelli também foi recolhido, na mansão da família, ao lado do shopping Goiabeiras, em Cuiabá, na operação Jurupari, desencadeada pela Polícia Federal nesta sexta.

Para a operação foram destacados 390 agentes federais que atuam em sete unidades da Federação. Eles cumprem 91 mandados de busca e apreensão e mais 91 de prisão. Já foram presas mais de 60 pessoas somente em solo mato-grossense. Após serem interrogados, estão sendo encaminhados aos presídios.

Entre figuras conhecidas do meio político e da sociedade, principalmente por ocupação de cargos públicos, estão o ex-secretário estadual de Meio Ambiente Luis Henrique Daldegan, o atual adjunto de Desenvolvimento Florestal da pasta de Desenvolvimento Rural Afrânio Migliari, além do chefe de gabinete do governador Silval Barbosa, Sílvio Correa, e da coordenadora da Sala da Mulher da Assembleia, Janete Riva, esposa do presidente do Legislativo mato-grossense. Está preso também o genro de Riva, Carlos Antonio Azóia, e mais dois assessores, sendo Adilson Figueiredo, servidor de carreira do Instituto de Terras do Estado (Intermat), que atuava diretamente na Sema, e Cristiano Guerino Volpato.

Num clima sob tensão, os advogados dos acusados que estão presos, lotam o saguão da superintendência da Polícia Federal em Cuiabá, para apresentar não apenas a defesa, mas diploma de curso superior dos clientes para, assim, conseguir o privilégio de cela especial. No caso de Janete Riva, foi apresentado ao delegado Franco Perazzoli um diploma do curso de Psicologia. No geral, os acusados vão responder pelos crimes de corrupção passiva e ativa, formação de quadrilha, furto, grilagem de terra, falsidade ideológica, inserção de dados inverídicos em sistema de informática.(Flávia Borges, Patrícia Sanches e Romilson Dourado)

Eis abaixo alguns presos na Operação Jurupari

Luis Henrique Daldegan - ex-secretário de Meio Ambiente do Estado
Afrânio Migliari - adjunto de Desenvolvimento Florestal da Seder
Janete Riva - coordenadora da Sala da Mulher da Assembleia
Carlos Antônio - genro do deputado José Riva (PP)
Ubiratan Spinelli - ex-conselheiro do TCE-MT
Rodrigo Spinelli - filho do ex-conselheiro Ubiratan Spinelli
Sílvio Correa - chefe de Gabinete do governador Silval Barbosa
Luciana Esteves - coordenadora de geoprocessamento da Sema
Adilson Figueiredo - servidor do Intermat, com atuação na Sema
Cristiano Volpato - assessor do deputado Riva
João Marcelo Mendonça - fazendeiro em Alta Floresta
Lene Pereira de Miranda - engenheira florestal em Cuiabá
Carlos Vitor - servidor da Sema
Benedito Rosevil - acusado de laranja





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/131369/visualizar/