Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 18 de Maio de 2010 às 10:03

    Imprimir


A Polícia Federal realiza a Operação Asafe nesta terça (18) em Cuiabá e cumpre mandados de prisão e de busca e aprensão em escritórios de advogados e casas de juízes e desembargadores. A operação ocorre em conjunto com o Ministério Público e a própria OAB. Os agentes da PF estariam também no Tribunal de Justiça. Segundo informações preliminares, pelo menos 30 mandados de busca e aprensão estão sendo cumpridos desde às 6h. A expectativa é que os presos cheguem ao prédio da PF por volta das 8h30.

Toda a operação é conduzida com extremo cuidado porque envolveria parentes de magistrados. Desde que 10 juízes e desembargadores foram punidos pelo Conselho Nacional de Justiça por desvio de R$ 1,5 milhão para a maçonaria, uma série de investigações ocorrem em Mato Grosso.Nos bastidores, comentava-se que a PF realizaria uma mega-operação. Por enquanto nenhuma informação oficial foi disponibilizada pela PF, mas sabe-se que praticamente todos os mandados foram cumpridos. O nome da operação remete justamente a "julgamento". Asafe refere-se ao Salmo 82 da Bíblia, que diz: Deus está na congregação dos poderosos; julga no meio dos deuses.

(8h40) - Juiz e advogado são ouvidos na PF

O ex-juiz membro do TRE, Renato Vianna, e o advogado André Castrillo já estão sendo ouvidos pela Polícia Federal. A esposa do desembargador aposentado Tadeu Cury, Célia Cury, e o seu genro, Cláudio Emanuel Camargo, que é empresário em São Paulo, também estão prestando depoimento na sede da PF em Cuiabá. Eles estão acompanhados da advogada Meire Costa Marques.

Tadeu Cury foi aposentado compulsoriamente pelo CNJ no início deste ano junto com outros 10 magistrados sob a acusação de desvio de dinheiro.  

(9h03) - Presos em operação da PF teriam envolvimento com venda de sentenças no TJ

Conforme informações ainda não confirmadas, a Operação Asafe acontece para prender acusados de venda de sentenças no Tribunal de Justiça.

(9h11) - Ex-prefeito de Alto Paraguai está entre presos

O ex-prefeito de Alto Paraguai, Alcenor Alves de Souza, está entre os presos nesta terça. Ele já está na sede da PF para prestar depoimento.

(9h13) - Presidente da OAB acompanha prisão de advogados

O presidente da OAB-MT, Claúdio Stábile, acompanha os depoimentos dos advogados detidos pela PF. Ele diz que não quer defender ninguém, mas que precisa garantir o direito de serem ouvidos.

 

(9h20) - PF cumpre 9 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão

Policiais federais cumpriram 9 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão em Cuiabá, Várzea Grande e Alto Paraguai. Conforme informações, há um funcionário do TJ envolvido, além de advogados que agiam como lobistas, magistrados e parentes. Eles são acusados de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva e exploração de prestígio.

(9h28) - Advogados de Cuaibá são presos

Os advogados Rodrigo Vieira e Eduardo Gosmes, que trabalham no mesmo escritório de André Castrillo, também estão presos na sede da PF em Cuiabá.

(9h40) - Ex-juíza do TRE é interrogada

A ex-juíza do TRE, Maria Abadia Aguiar, acabou de ser interrogada pela Polícia Federal. Segundo ela, o delegado fez perguntas ligadas aos julgamentos de Marcelo Ribeiro, prefeito de Barão de Melgaço, e de Diane Alves, de Alto Paraguai. "Se houve venda ou compra de sentenças eu não sei, mas eu não tenho nada a ver com isso", disse.

(9h53) - 125 agentes participaram de operação

A Polícia Federal começou as investigações que culminaram na Operação Asafe em 2007, quando denúncias feitas em Goiás envolviam suposta exploração de pretígio em Mato Grosso. Participaram da operação 125 policiais federais, 2 médicos. Outros 6 membros do Ministério público Federal e 10 membros da OAB acompanham o caso.

(10h25) - Duas pessoas estão foragidas

Conforme informações prestadas pelo superintendente da Polícia Federal, Valmir Lemos, e pelo delegado responsável pela investigação, Carlos Eduardo Sistarol, um advogado e uma mulher que agia como lobista ainda não foram presos. Os agentes da PF fazem buscas. Ainda segundo eles, as investigações ainda não foram concluídas e novas prisões podem acontecem. Lemos garante que nenhum magistrado foi preso.

(10h40) - PF faz busca e apreensão na casa de juiz do TRE e encontra arma

Agentes da PF cumpriram mandado de busca e apreensão na residência do juiz membro do TRE, Eduardo Jacob. Segundo ele, os policiais levaram dois computadores e documentos. Jacob informou também que uma arma foi encontrada em sua casa. Ele está na sede da PF para assinar um termo de doação do revolver.

(10h45) - Assessor de Tadeu Cury é preso

Jarbas Nascimento, advogado e ex-assessor do desembargador aposentado Tadeu Cury, também já foi preso pela PF. Agora, apenas uma mulher permanece foragida.

(10h50) - Confira a lista dos supostos presos pela PF

Jarbas Nascimento - advogado e assessor de Tadeu Cury
Célia Cury - esposa de Tadeu Cury
Alexandre Jacarandá
Max Weize Mendonça
Rodrigo Vieira - advogado
Cláudio Emanuel Camargo - empresário e genro de Tadeu Cury
Santos de Souza Ribeiro
Alcenor Alves de Souza - ex-prefeito de Alto Paraguai






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/131889/visualizar/