Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Esportes
Terça - 27 de Janeiro de 2009 às 10:22
Por: Renan Cacioli

    Imprimir


Apesar de a velocidade do time ter sido destacada pelo treinador Vanderlei Luxemburgo e seus comandados, o que prevaleceu nas duas primeiras partidas do Palmeiras no Paulista foi a marcação.

Segundo o Datafolha, o clube lidera a lista de desarmes, com média de 125,5 em cada jogo. O Guarani, que também venceu duas partidas, aparece em segundo, com 121,5 roubadas de bola.

A pegada dos defensores garantiu a invencibilidade do time, que ainda não foi vazado e fez quatro gols. "O mais importante é vencer sempre, mas é claro que a gente fica satisfeito e com sensação de dever cumprido quando sai de campo sem sofrer gol", afirma o zagueiro Danilo.

O seu colega de zaga Maurício Ramos, que veio do Coritiba para esta temporada, é o melhor jogador do Palmeiras no quesito, com 22,5 desarmes por partida. Ele fica atrás apenas do volante Glauber, do Guarani, com média de 23.

"Nós treinamos a questão do posicionamento, e creio que deu resultado. Mas ainda podemos melhorar", declara Maurício.

Desde o início dos treinamentos realizados em Atibaia, no interior do Estado, Luxemburgo montou o trio de zagueiros para a estreia no Paulista. Gustavo chegou a ser o titular, mas acabou perdendo lugar no time para Jeci.

"Pode perceber que todo o time se comprometeu em marcar desde a saída de bola", afirma Jeci.

Um dos símbolos dessa característica palmeirense, o volante Pierre alerta para um entusiasmo fora de hora devido ao bom início de campanha do Palmeiras no campeonato.

"Não podemos nos dar por satisfeitos. A competição é muito difícil e vai coincidir com os jogos da pré-Libertadores. Precisamos estar muito concentrados e manter essa pegada", diz Pierre.





Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/165673/visualizar/