Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 30 de Julho de 2008 às 03:38
Por: Flávia Borges

    Imprimir


O Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE) ingressou com representações junto ao Ministério Público Eleitoral contra os candidatos à sucessão em Cuiabá, prefeito Wilson Santos (PSDB) e o empresário Mauro Mendes (PR). Ambos são acusados de usar estrutura pública em suas campanhas eleitorais. Na representação, o MCCE pede que o MP aplique multas e casse os registros de Mendes e Santos, pois considera a atitude abuso do poder político e econômico.

Conforme o documento, a secretaria de Comunicação de Cuiabá, sob o jornalista Maurélio Menezes, estaria prestando serviços indevidos a Santos. Já a secretaria de Comunicação do Estado, sob José Carlos Dias, estaria trabalhando em favor de Mauro Mendes, que conta com o apoio do governador Blairo Maggi (PR), conforme a denúncia. O MCCE alega ainda que Maurélio está usando a secretaria para contestar a propaganda eleitoral e as críticas feitas por Mendes a Santos.

"Enquanto isso, o secretário José Carlos Dias publicou uma prestação de contas dos investimentos do governo do Estado realizadas em Cuiabá no meio do mandato do governador republicano e não no final, como normalmente acontece", diz trecho da representação. O MCCE também pede o fim da publicidade irregular, bem como a proibição da conduta, a devolução dos recursos gastos e a investigação por improbidade administrativa dos dois secretários.





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/175957/visualizar/