Repórter News - www.reporternews.com.br
Saúde
Quinta - 14 de Setembro de 2006 às 14:38

    Imprimir


O projeto de expansão dos leitos de UTI, da Secretaria de Saúde de Mato Grosso, vai contemplar os municípios de Sinop e Sorriso ainda no ano de 2006. O Governo do Estado, nesse processo, vem estabelecendo parcerias com municípios, hospitais filantrópicos e formação de Consórcios de Saúde.

O secretário Augustinho Moro explica, que no caso específico do município de Sinop, na implantação de leitos de UTI, foi firmada uma parceria com a Fundação de Saúde Comunitária de Sinop-Hospital Santo Antonio. O hospital já tinha intenção de abrir os serviços uma vez que recebeu a parceria de uma entidade alemã, Laz-zentrun, que contou com grande apoio do médico alemão, Josef Wennemann, com investimento de cerca de 200 mil euros, que proporcionou a construção do Centro Cirúrgico e da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Então o Estado resolveu entrar com a cessão de equipamentos na qual investiu R$ 720 mil, do Fundo Estadual de Saúde, para a instalação de seis leitos de UTI adulta na unidade hospitalar.

“Essas etapas de obras e de equipamentos já estão resolvidas. Restando apenas, por parte da direção do hospital, a adequação da rede elétrica da unidade hospitalar. Para instalação dos leitos existe a necessidade de aumentar a capacidade de energia do estabelecimento”, disse Augustinho Moro.

Segundo o diretor administrativo do Hospital Santo Antonio, Ivanderlei Rodrigues Paixão Freire, a mudança do transformador, para aumentar a capacidade de energia do hospital, já está sendo providenciada. Falar em prazos é prematuro. Porém é intenção do hospital, num curto espaço de tempo, cumprir este último item. “A nossa fundação é uma entidade filantrópica que presta relevantes serviços ao município de Sinop e, agora, está na nossa responsabilidade resolver o assunto para que o Estado possa cumprir o seu projeto da interiorização das ações de Saúde e melhor atender aos usuários do SUS. O nosso hospital tem capacidade para 62 leitos, sendo 60% disponibilizado ao Sistema Único de Saúde”, disse ele.

O diretor Ivanderlei Rodrigues disse ainda que a oferta de serviços à população de Sinop e entorno só está sendo possível porque vem recebendo apoio do Estado, exemplificando o serviço de oncologia que é possível graças ao convênio que o Estado celebrou. “Este convenio fica em vigência até o final deste ano, aguardando a tramitação da documentação para o credenciamento do serviço junto ao Ministério da Saúde. Por enquanto recebemos recursos da Secretaria Estadual de Saúde na manutenção desses serviços. Nos foi garantido também a celebração de um novo convenio para a manutenção dos leitos de UTI tão logo os serviços iniciem”, disse o diretor.

Os equipamentos para a assistência integral de pacientes oncológicos foram cedidos pelo Estado que investiu R$ 280 mil na aquisição deles.

“Posso garantir que o nosso hospital, com as parcerias que tem do Estado, nos proporciona atender bem aos pacientes do SUS na condição de hospital geral, onde temos serviços de cirurgia, ortopedia, pediatria e clinica geral, entre tantos outros”, finalizou Ivanderlei Rodrigues.





Fonte: Cida Capelassi

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/275897/visualizar/