Repórter News - www.reporternews.com.br
Internacional
Quinta - 14 de Setembro de 2006 às 11:55

    Imprimir


A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) condenou hoje uma nova lei chinesa que proíbe juízes e membros do judiciário em geral de falar com a imprensa.

"É difícil acreditar como amordaçar os juízes vai aumentar a transparência do sistema judiciário, como afirmou (a agência estatal de notícias) ''Xinhua''", diz um comunicado da RSF, que defende a liberdade de imprensa no mundo.

"O Governo está tentando ter outra ferramenta para controlar as notícias e a informação dentro e fora do país. O aumento das violações à liberdade de imprensa a menos de dois anos dos Jogos Olímpicos questiona seriamente a boa fé do Governo chinês", afirma o texto.

Segundo a "Xinhua", a lei entrou em vigor na quarta-feira e prevê "graves sanções" para os que violarem a proibição falando diretamente com jornalistas.

A comunicação com os meios de comunicação será canalizada através de um "porta-voz" dos tribunais, figura que tem o poder de proibir outros funcionários do Judiciário de responder às perguntas de jornalistas.

A RSF lembra que, em maio, a China impôs medidas semelhantes para os advogados, que podem ser penalizados pelo órgão de classe se concederem entrevistas a jornalistas, especialmente se forem estrangeiros e abordarem assuntos delicados para o Governo, como os presos políticos.

A organização também condenou a medida, que entrou em vigor no domingo passado, que concede à agência oficial "Xinhua" o monopólio da informação que as agências de notícias internacionais oferecem para seus assinantes na China, Hong Kong e Macau.

Segundo a RSF, as prisões do assistente do jornal americano "The New York Times", Zhao Yang, e do correspondente do "The Straits Times", Ching Cheong, colocam em xeque a promessa de garantir a liberdade de imprensa em 2008, quando mais de 20 mil jornalistas estrangeiros irão a Pequim para cobrir os Jogos Olímpicos.





Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/275923/visualizar/