Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 28 de Junho de 2006 às 13:43

    Imprimir


Numa frase que sintetiza bem seu dilema com relação à definição do apoio a um candidato a presidente da República nas eleições deste ano, o governador Blairo Maggi disse ao Olhar Direto, no município de Água Boa, que pode ficar neutro na questão da disputa da Presidência da República, atualmente polarizada entre os candidatos do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, e Geraldo Alckmin.

"Olha, na atual conjuntura e se permanecer esta situação, eu prefiro ficar neutro ou optar pela neutralidade do que ficar dormindo com o inimigo", declarou Maggi, logo após inagurar uma das dez obras no município de Água Boa.

Ele se refere aos candidatos do PT e do PSDB em Mato Grosso, os senadores Serys Marli e Antero Paes de Barros, respectivamente, seus prováveis adversários no pleito de outubro. Tanto Serys quanto Antero estão disposto a "bater duro no que chamam de fragilidades do governo Blairo Maggi" e sem medir consequência.

Até hoje, Maggi não decidiu se vai apoiar Lula ou Alckmin, embora seja simpático à candidatura tucana. O problema é que ele terá um forte oponente do PSDB em âmbito regional e não pode se dar o luxo de fazer um palanque para Alckmin. "Seria um contrasenso, embora seja simpático à sua candidatura", ponderou o governador.

Com relação ao PT, a situação é idêntica. Os petistas vêm flertando com Maggi, nos bastidores há muito tempo, mas não deu namoro firme porque os petistas avaliam que vão precisar de cada palanque neste país porque a candidatura Alckmin tende a crescer, muito embora continue estacionada e sem perspectivas de crescimento enquanto o povo não deixar de prestar atenção na copa do mundo do futebol e se voltar para as eleições.

Nos bastidores, Maggi vinha conversando com Lula e com Maggi, mas os tucanos avaliam que o governador mato-grossense "jogou baixo" quando fez um acordo co os petistas para não empunhar a bandeira do candidato do PSDB a presidente da República, nas suas idas e vindas nas conversações com Alckmin.





Fonte: Olhar Direto

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/292014/visualizar/