Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Quinta - 22 de Junho de 2006 às 14:10
Por: Jonas da Silva

    Imprimir


O Governo do Estado entregou quatro escolas estaduais reformadas no município de Primavera do Leste, nesta quarta-feira (21.06). Agora, de acordo com alunos e professores, as unidades permitem um ambiente mais prazeroso para a comunidade escolar aprender e os professores ensinarem. As escolas reformadas e inauguradas atendem 5.310 alunos.

A professora de alfabetização da Escola "João Ribeiro Vilela", Ilda Prevedello, descreve o ânimo de funcionários, colegas de ensino e estudantes em receber uma escola toda reformada.

“Eles vêem as escolas como há tempo não se via. A presença da escola na comunidade dá uma nova visão para a comunidade, é agradável, um ambiente aconchegante para se trabalhar”, conta, a respeito do que tem observado dos alunos, em sinal de satisfação. “Nós, professores, nos sentimos mais motivados sabendo que nosso bairro está valorizado, é percebido um retorno pelo Governo do que é arrecadado”, diz. A escola atende 1,7 mil alunos no Ensino Fundamental e Médio, em três turnos.

Da Escola "Getúlio Vargas", Rafaela Salomão, 15 anos, aluna do primeiro ano do Ensino Médio, ainda se lembra como era a escola antes da reforma. “As salas tinham muitos buracos, as portas não trancavam, o banheiro não tinha pia. Na parte do pátio, só tinha chão, terra”, conta.

Sua prima, Jaqueline Salomão, 17 anos, do segundo ano, completa o quadro desestimulante que precedeu a reforma. “Há treze anos estudo na escola, hoouve melhoria. Foi reformado o telhado, chovia dentro da sala”, diz. “Nos dias de chuva, tínhamos que nos agrupar em um canto, por causa da chuva”, complementa Rafaela.

Marcelo Araújo Alves, 15 anos, estudante da 7ª série da Escola Monteiro Lobato, reforça essa novidade no ensino diário. “A reforma foi boa, nunca havia visto a escola assim. É respeito à nossa escola. Agora tudo ficou melhor, deu cara nova. A quadra de esportes está sendo reformada, a sala de aula está melhor, foi reformado o refeitório e temos mesa e cadeira”, enumera.

Ao falar sobre as reformas das escolas de Primavera do Leste e de outras do Estado, o governador Blairo Maggi disse que a ação governamental era retorno do que foi arrecadado pelo Estado. Ele disse, em todas as unidades de ensino onde esteve: “O governo vive do trabalho de todos vocês, sejam profissionais liberais, produtores rurais. Todos nós, pelo que fazemos, no campo ou na cidade, contribuímos para esse tipo de obra”, afirmou, sobre a seriedade no balanceamento entre recolher impostos e retribuir em obras para o cidadão.

“Há 40 anos, eu estava com 10 anos, e estudava. Os professores me olhavam e diziam que eu era o futuro. Assim serão vocês”, orientou, sobre a importância de estudar, uma recomendação recorrente em seus discursos. “O que é público é de todo mundo, temos que conservar e cuidar do patrimônio, não importa se é federal, estadual ou municipal”, completou, com outro conselho também comum.

Em Primavera do Leste, Maggi inaugurou reformas nas escolas estaduais "João Ribeiro Vilela", "Monteiro Lobato", no bairro Conjunto Pioneiro, "Getúlio Vargas" e "Alda Scopel". Essas instituições servem a estudantes dos ensinos Fundamental e Médio. “Os governos que nos antecederam não deram condição para a rede física que possibilitasse a vontade de estudar”, afirma o governador. As obras requereram a apllicação de recursos públicos da ordem de R$ 1,48 milhão, segundo a Secretaria de Infra-Estrutura (Sinfra).

Estrutura precária

O governador Blairo Maggi, comunicou a profissionais da Educação e alunos que, quando iniciou seu governo, em 2003, encontrou escolas estaduais abandonadas e literalmente aos pedaços.

“Encontramos escolas de palha, com paredes caindo. Lembro-me que eu e a secretária Ana Carla Muniz fomos ao município de Santa Terezinha, a escola era um verdadeiro chiqueiro. A rede física escolar estava sucateada”, disse. “Em muitos municípios temos aproveitado nas reformas somente o nome da escola e o lugar”.

Das 633 escolas recebidas da gestão anterior, afirmou o governador, boa parte delas estavam com a rede física comprometida. Mas com o compromisso de formar cidadãos que vão definir o futuro de Mato Grosso, observou Maggi, o Governo do Estado reformou 486 escolas e construiu outras 100 novas unidades.

A secretária de Educação, Ana Carla Muniz, que acompanhou o governador em inauguração de reformas e adaptações de escolas estaduais na região Sul de Mato Grosso nesta quarta-feira (21.06), informou a alunos e professores de unidades de ensino em Primavera do Leste que o compromisso de Maggi é de investir fortemente em Educação para garantir melhores condições de vida a gerações atuais e do futuro.

“Esses investimentos na região Sul e em todo o Mato Grosso é em espaço físico, na formação continuada para educação melhor para a sociedade. Se todos os governantes tivessem investidos na Educação, Mato Grosso seria ainda melhor”, comparou.

A secretária diz que até o final de junho, há 90 escolas reformadas e novas a serem inauguradas em diversos municípios de Mato Grosso. Elas estão em distritos, na zona rural, em acampamentos e aldeias indígenas.





Fonte: Da Redação

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/293300/visualizar/