Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 23 de Maio de 2006 às 15:38
Por: Sergio Edson

    Imprimir


O prefeito de Ipiranga do Norte, Ilberto Effting, participa nesta quarta-feira (24), em Brasília, da entrega à Comissão da Agricultura da Câmara dos Deputados um dossiê que denuncia a violência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nos dias 18 e 19 de maio contra os produtores rurais, empresários, políticos e cidadãos de Sorriso, Ipiranga do Norte e Nova Ubiratã que participavam do Movimento Grito do Ipiranga, na BR-163, em Sorriso.

O documento elaborado pelo vereador Ederson Dalmolin – Xuxu (PFL), de Sorriso, será repassado ao presidente da comissão, deputado Abelardo Lupion (PFL-PR), às 10h. Além de Ilberto Effting e de Dalmolin, estarão presentes o presidente da Câmara de Sorriso, Gerson Frâncio e 10 produtores feridos por pedras lançadas pelas bombas de efeito moral e pelas balas de borracha disparadas pelos policiais rodoviários. Um dos feridos é o secretário de Agricultura de Sorriso, Sardi Trevisol, também agricultor. A primeira ação de desocupação da PRF aconteceu na manhã de quinta-feira (18), no Posto 200, às margens da BR-163, base do Manifesto do Grito do Ipiranga em Sorriso.

Cerca de 50 policiais rodoviários fortemente armados avançaram sobre os manifestantes sem oferecer qualquer possibilidade de abertura de negociações. Na tarde de sexta-feira (19), após debelar as manifestações em Sinop, a tropa rodoviária retornou para Sorriso determinada a concluir a desocupação. Cinco manifestantes foram presos sem qualquer justificativa legal.

O dossiê contém todos os detalhes da ação da PRF e depoimentos de produtores rurais, empresários e autoridades. Anexo ao documento, seguem fotos, vídeos e reportagens divulgadas pela imprensa.

Os cerca de 20 feridos registraram boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil. “Estou indo à Brasília para reforçar as denúncias que serão apresentadas na Câmara dos Deputados”, disse o prefeito Ilberto Effting, que participa ativamente das manifestações em Ipiranga do Norte e Sorriso.

O manifesto Grito do Ipiranga teve início no dia 17 de abril em Ipiranga do Norte com o fechamento de 32 armazéns instalados no município. Rapidamente, o protesto recebeu adesão dos produtores de Sorriso e depois de outras cidades do Nortão, com o bloqueio do tráfego na BR-163 para caminhões e carretas carregadas com grãos, maquinário e insumos agrícolas.

“Hoje, graças à iniciativa dos produtores rurais de Ipiranga, todos os estados estão mobilizados contra a crise na agricultura”, ressalta Effting. “Acredito que o governo federal deverá apresentar nesta quinta-feira propostas que evitem a falência do setor”, acrescenta.





Fonte: Clichoje

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/299223/visualizar/