Repórter News - www.reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Terça - 06 de Dezembro de 2005 às 17:20
Por: Selma Alves

    Imprimir


A diretora do Instituto de Ciências Humanas (ICHS), Tereza Cristina Cardoso de Souza Higa, e a coordenadora do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Leny Caselli Anzai, estão em Portugal, desde ontem (5). Elas integram o grupo de 20 professores brasileiros que visitam o país, dentro do programa de intercâmbio luso-brasileiro que a Universidade Nova de Lisboa (UNL) pretende promover e liderar junto com algumas universidades brasileiras.

O objetivo é construir, junto com os professores da Universidade Nova de Lisboa, acordos relativos à pós-graduação e a pesquisa, criando a Rede de Espaço de Mobilidade com universidades brasileiras. Além da UFMT, fazem parte do grupo professores da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Ontem, os professores brasileiros participaram de reunião plenária, para definição dos objetivos e distribuição dos grupos por área temáticas, e iniciaram os trabalhos por áreas científicas. As atividades prosseguem hoje (6). Amanhã (7) será realizada sessão plenária para apresentação das propostas de acordos para programas de pós-graduação (mestrado e doutorado) e pesquisa.

A professora Leny Anzai considera importante a visita a Portugal, dando continuidade às discussões iniciadas no mês de outubro com a participação do reitor Paulo Speller no VI Encontro de Reitores do Grupo Tordesilhas. As professoras levaram na bagagem uma série de informações sobre os programas de mestrado em História, Geografia e Estudos de Linguagem da UFMT.

Segundo Leny Anzai, o mestrado da UFMT em História: Territórios e Fronteiras deverá despertar o interesse dos portugueses, pois eles não dispõem de muitos estudos sobre a fronteira leste. Os professores do programa de mestrado em História estão capacitados para ministrar cursos em nível internacional.

A visita das professores a Portugal conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), que cedeu as passagens aéreas.

INTERCÂMBIO

Com a ida da delegação brasileira e a implementação das negociações, o reitor da Universidade Nova de Lisboa, Leopoldo Guimarães, deverá vir ao Brasil no próximo ano. As discussões com a UNL estão centradas em quatro pontos: implantação da Rede de Espaço de Mobilidade com Universidades Brasileiras, envolvendo a USP UFSC UFJF, UFMT UFSCar, programas de mestrado e doutorado sanduíche, a edição de publicações conjuntas e iniciação científica.




Fonte: UFMT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/331314/visualizar/