Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 27 de Outubro de 2004 às 11:05

    Imprimir


O atraso no repasse do duodécimo para a Câmara de Alta Floresta levou o vereador Écio Almagro Moura a sugerir o fechamento da câmara antes mesmo do fim do ano legislativo. Com parcelas do Fundo de Participação dos Municípios bloqueadas, a prefeitura não está fazendo o repasse de recursos previstos em lei.

A câmara enfrenta vários transtornos como os telefones que já estão cortados e outros serviços correm o risco de serem suspensos. Para piorar a situação servidores e vereadores estão com os salários atrasados. “Acredito que o senhor presidente da casa deveria tomar uma medida drástica, entrar na justiça ou até fechar a Câmara Municipal. O certo é fechar. 70% do dinheiro está entrando na Prefeitura e não está sendo repassado para Câmara”, reclamou Écio.

O vereador classificou a situação como "grave". Sem material de expediente, os vereadores não receberam cópias da Ordem do Dia, ou seja, não tinham em mãos a pauta de matérias apresentadas. “Não temos estrutura e se não tem condições de trabalhar, fecha-se a Câmara Municipal”, afirmou.

Recentemente, durante discussão sobre o atraso no repasse do duodécimo, chegou-se a estipular uma data para que a justiça fosse acionada. O prazo venceu e um novo prazo, até 10 de novembro, foi solicitado.

A prefeitura não se posicionou sobre o atraso nos repasses.




Fonte: Diário News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/369672/visualizar/