Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Terça - 20 de Abril de 2004 às 10:21

    Imprimir


Quem pensou que o Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB estivesse acabado, depois de perder a última eleição estadual para o grupo do governador Blairo Maggi, e também sofrer uma debandada em parte de seus quadros, enganou-se redondamente. O Partido continua forte, coeso e com lideranças peso político suficientes para disputar qualquer cargo na eleição de outubro próximo. Já para a eleição de vereadores, a sigla tem uma lista de 21 pré-candidatos, reunindo possibilidades de garantir pelo menos duas cadeiras na Câmara Municipal.

Segundo um dos integrantes da Executiva Municipal do PSDB, que confirmou a realização de uma reunião da cúpula dos dois partidos na última semana, as conversas têm tudo para dar certo. Nem mesmo o fato de o PPS ter sido o principal adversário no pleito de 2002 afeta a relação existente hoje. Isto porque o Diretório Regional aprovou uma resolução em que libera o Partido nos municípios a estabelecerem a coligação que acharem conveniente, não havendo restrição de nenhuma ordem.

Em relação a nomes, preferiu esta fonte a desconversar quem poderia ser o nome, caso a agremiação social-democrata venha a compor com os socialistas, cujo pré-candidato é o empresário Clóvis Batista da Silva, que além de desfrutar da amizade pessoal do governador Blairo Maggi, ocupa também o cargo de coordenador político do governo no Médio Norte e é presidente do PPS em Tangará da Serra. “Quem não estava levando o PSDB a sério, agora com a nossa entrada em cena, vão ter que repensar suas opiniões”, previu a fonte, deixando claro que o “jogo” começa a partir desta definição.




Fonte: Diário da Serra Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/385484/visualizar/