Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Terça - 06 de Abril de 2004 às 12:55

    Imprimir


Após definir nas prévias de domingo seu pré-candidato a prefeito de Sinop, o Partido dos Trabalhadores vai em busca de alianças. Conforme Só Notícias informou em primeira mão, o advogado Rui Farias foi escolhido o pré-candidato petista ao vencer Cesar Graneto por 34 a 11 votos.

Rui disse, hoje de manhã, que as prévias foram importantes para o PT. "Essas prévias foram muito boas. A discussão interna só fortalece o partido. Nas eleições desse ano, o PT vai bem mais fortalecido. Há 4 anos atrás não tínhamos nem 10% da militância que o partido tem hoje", afirmou.

A estratégia petista agora será buscar coligações. O PT já iniciou conversações com o PPS de Sinop e manteve "contatos paralelos" com o PMDB -dois partidos que estão dando sustentação nacional ao governo Lula. "Partimos do princípio que o diretório local tem toda autonomia para definir coligações e estamos procurando os partidos que estão no arco de aliança do Governo Federal. O PT de Sinop não tem radicalismo tipo ´ou aderem o nosso projeto ou estão fora´. Esperamos que a recíproca seja a mesma", afirmou.

Rui Farias admitiu que o PT pode fechar coligação com o PPS de Sinop que tem como pré-candidato o empresário Paulo Fiuza. Não tenho objeções quanto a coligações do PT com PPS. Também não tenho objeção, do ponto de vista pessoal, por exemplo, em numa eventual coligação ser candidato a vice numa coligação com o PPS. O nosso partido é quem vai definir. Se o PT entender que não deve, até as convenções, lançar candidatura própria a coligação é o caminho natural", admitiu. "O que defendo é que temos que discutir coligações no mesmo nível. Não vamos simplesmente aderir a uma candidatura. É preciso saber se o PPS também estaria disposto, numa eventual coligação, em indicar o candidato a vice do PT", ponderou.

Farias disse também que, há poucos dias, houve conversações entre lideranças das duas siglas. "Cobramos do PPS uma postura política clara com respeito aos movimentos socais como o MST, mostrar para a sociedade que o governo Lula tem ajudado Mato Grosso. Existe um tratamento desigual por parte do Governo do Estado -representado pela PM- no despejo das famílias que ocuparam áreas de uma empresa em Sinop foi um. O tratamento dado aos madeireiros, que fizeram protesto ano passado, foi outro. Não teve agressões, nem bomba de gás de lacrimogênio. Queremos compromissos para corrigir desigualdades como essa", afirmou. "O que não podemos é nos reunir numa sala, trocar elogios e sair dela falando mal", finalizou.

Rui disse também que o PT manteve "conversas paralelas" com o PMDB -partido que tem acordo com o PPS- debatendo coligações. O PT de Sinop, segundo as primeiras proteções, deve lançar cerca de 25 candidatos a vereador.

O pré-candidato do PPS de Sinop, Paulo Fiuza, admitiu que existe possibilidade do PPS e PT fecharem coligação. Mas descartou o PPS em ser vice do PT . "O PPS terá com certeza seu candidato a prefeito. Existe um forte indício que o PMDB indique o candidato a vice, mas isso não significa que a coligação fechada e que estamos abertos a coligações", declarou.




Fonte: Só Noticias

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/386812/visualizar/