Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Copa 2014
Quinta - 05 de Junho de 2014 às 13:49

    Imprimir


Os usuários de celulares com sistema Android e iOS já podem baixar o aplicativo ‘Saúde na Copa’, programa gratuito lançado na última semana pelo Ministério da Saúde, em parceria com as cidades-sede, que auxiliará torcedores brasileiros e estrangeiros nos idiomas português, inglês e espanhol durante o mundial. A ferramenta vai monitorar precocemente enfermidades transmissíveis e ajudar a localizar hospitais, postos de atendimentos e farmácias nas proximidades, inclusive com o auxílio de um mapa que ajudará a encontrar o endereço indicado.

Por meio do aplicativo, técnicos poderão mapear quais as enfermidades mais comuns em uma região e, em conjunto com os governos municipais e estaduais, analisar os riscos e adotar providências necessárias para informar e proteger a população local. O estudo terá como base os dados fornecidos pelos torcedores, que respondem diariamente sobre sua condição de saúde (muito bem, bem, mal ou muito mal) e especificam quais os sintomas estão sentindo em uma lista com 10 sinais, como febre, falta de ar, náuseas, vômito e dor de cabeça. O usuário também deve informar se teve contato com alguma pessoa nos últimos sete dias que esteja com o mesmo quadro descrito e se já procurou um serviço de saúde.

Caso não esteja bem, o usuário será orientado a procurar um médico e o aplicativo fornecerá uma relação para atendimento de emergência, com endereços e telefones de farmácias, postos de atendimentos e hospitais , fornecendo, inclusive, o mapa com o trajeto para chegar ao local indicado. As informações enviadas pelos torcedores serão registradas no Ministério da Saúde e se for constatado um grande número de pessoas com os sintomas similares na mesma localidade, o governo tomará medidas para identificar as causas e evitar que o problema se espalhe.

O Centro Integrado de Operações Conjuntas, do Ministério da Saúde, será responsável por acompanhar e analisar as informações coletadas por meio do aplicativo, monitorando a situação de saúde, a demanda e a capacidade de atendimento de cada sede. Dez mil pessoas foram treinadas para identificar situações de emergência em arenas, hotéis que receberão as delegações, bares, restaurantes e centros de treinamentos. A ideia é detectar quadros muito comuns em grandes eventos, como os de intoxicação alimentar, infecção e acidentes, e adotar medidas para resolver o problema . A central funcionará em Brasília e receberá boletins diários sobre atendimentos de saúde, inspeções sanitárias e fichas de atendimento nos estádios. As arenas terão uma atenção especial, caso alguém relate que passou mal após comer algo dentro do estádio a vigilância será acionada para fiscalizar.

Informações Úteis

Além dos endereços e telefones dos serviços de saúde e emergência e da lista dos hospitais públicos e privados e farmácias mais próximas o usuário do ‘Saúde na Copa’ também terá à disposição dicas sobre cuidados de saúde e prevenção de doenças, com acesso direto ao twitter do Ministério da Saúde e direcionamento para o Portal Saúde do viajante, que traz informações essenciais para os turistas nacionais e estrangeiros.

O aplicativo também traz informações sobre vacina e dá dicas de como evitar acidentes. O torcedor poderá conhecer mais as arenas das cidades-sede e acompanhar o calendário dos jogos e locais de suas partidas e ainda terá a disposição telefones e endereços de consulados no Brasil.

Aplicativo

O usuário deve entrar na loja do seu celular - na App Store, para o sistema iOS e na Play Store para o android - e digitar ‘Saúde na Copa’. Ao instalar o aplicativo, o torcedor realiza um cadastro fornecendo um apelido, idade, sexo e e-mail e escolhe uma senha de acesso, passando a colaborar com as equipes de vigilância sanitária, informando sobre a situação de sua saúde. Os dados coletados não permitem a identificação pessoal, pois não é solicitado nome, endereço ou documento.

O programa funciona como um jogo. Na medida que o usuário interage informando diariamente como está a sua saúde, vai subindo de categoria. Se o torcedor informar a condição de saúde em dias de jogos ele ganha 3 pontos e se atualizar em um dia sem jogos, adquire um ponto. Essa pontuação o ajudará a atingir o nível de jogador profissional.





Fonte: Mídia News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/396559/visualizar/