Repórter News - www.reporternews.com.br
Judiciário e Ministério Público
Segunda - 14 de Setembro de 2020 às 19:39
Por: Wellington Sabino/Folha Max

    Imprimir


O juiz 5ª Vara Federal de Mato Grosso, Jeferson Schneider, condenou o ex-secretário de Fazenda, Eder de Moraes Dias, a 18 anos e 4 meses de prisão, por esquema investigado na Operação Ararath, da Polícia Federal. A decisão ainda o condena a devolver R$ 5,4 milhões.

Outros dos réus na ação, os empresários Genir Martelli e Márcio Luiz Barbosa, o magistrado concedeu o perdão judicial. Delatores premiados, o magistrado considerou que ambos ajudaram a esclarecer os fatos.

A condenação de Eder tem como base as fraudes nos incentivos fiscais concedidos a empresários do setor de transportes em Mato Grosso. Em troca dos benefícios, o ex-secretário – que era um dos principais assessores do ex-governador Silval Barbosa -, exigiu pagamento de propina.

Com mais esta decisão, Eder Moraes já soma mais de 180 anos de prisão em condenações referentes a operação Ararath. O ex-secretário foi classificado pelo Ministério Público Federal como o "grande operador" de um esquema contra o sistema financeiro e de lavagem de dinheiro que operou em Mato Grosso entre os anos de 2010 e 2014.

Apesar de possuir tantas condenações, o ex-secretário segue em liberdade. Ele só será preso caso as condenações sejam confirmadas em última instância.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/438107/visualizar/