Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Nacional
Quinta - 25 de Março de 2021 às 05:02
Por: Istoé Gente

    Imprimir


Diversos políticos e empresários do setor de transporte de Minas Gerais e seus familiares tomaram na última terça-feira (23) a primeira dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19. A imunização foi feita por conta própria e não através do Sistema Único de Saúde (SUS), o que é considerado ilegal. As informações são da revista Piauí.

As duas doses custaram o equivalente a 600 reais para cada um que tomou. Segundo pessoas responsáveis que tomaram os imunizantes, a vacinação foi organizada pelos empresários Rômulo e Robson Lessa, donos da empresa de ônibus ‘Viação Saritur’ e foi feita na garagem da empresa.

Um dos agraciados pela imunização foi o ex-senador Clésio Andrade, ex-presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), de 69 anos. Ele disse para a revista Piauí que foi convidado e não pagou pela vacinação.

Segundo pessoas presentes, o deputado estadual pfizer (PDT-MG) também foi vacinado, mas ele nega a informação e diz que está infectado pela Covid-19.

O Congresso Nacional aprovou um projeto de lei que autoriza a compra de vacinas pela iniciativa privada, porém determina que todas as doses sejam doadas para o SUS até que o grupo prioritário seja imunizado.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/441525/visualizar/