Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Judiciário e Ministério Público
Sexta - 16 de Abril de 2021 às 11:17
Por: Folha Max

    Imprimir


O promotor de Justiça, Célio Fúrio, morreu nesta sexta-feira (16), internado num hospital de São Paulo. Ele é mais uma vítima da Covid-19 em Mato Grosso. Fúrio lutava há cerca de um mês contra a doença em Cuiabá. Em março, quando foi intubado, tinha problemas nos pulmões e no coração.

Uma pessoa próxima ao promotor informou ao FOLHAMAX, que a situção de Célio Fúrio era bem crítica na quinta-feira (16), com sangramento no pulmão quando foi extubar, ou seja, fazer a retirada dos tubos. "Acho que não conseguiram estancar e hoje comunicaram a morte dele. Que triste, eu gostava muito dele, um cara bacana, bem tranquilo".

O promotor atuava numa das Promotorias de Defesa do Patrimônio Público de Mato Grosso. Patrocinou ações e investigações contra diversos políticos no Estado.

Fúrio é o segundo integrante do Ministério Público de Mato Grosso que morre vítima do coronavírus. A primeira foi a procuradora de Justiça, Julieta do Nascimento Souza, que morreu no dia 3 de dezembro de 2020, quando estava internada num hospital em São Paulo. Na época, Julieta estava internada há cerca de 30 dias com a doença e sua situação se agravou. Ela estava intubada e não resistiu ao agravamento da doença, tendo óbito confirmado na manhã do dia 3 de dezembro.

NOTA DO MP

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso informa, com pesar, o falecimento do promotor de Justiça Célio Joubert Fúrio, 56 anos, ocorrido na manhã desta sexta-feira (16), em São Paulo, por complicações da Covid-19. Bastante conhecido em Mato Grosso por sua atuação na defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, Célio Fúrio deixa esposa e dois filhos.

“Estamos profundamente abalados e tristes com a perda do nosso colega e amigo Célio Fúrio. O momento é de dor, de luto e de muita tristeza. Vivemos uma situação de pandemia muito difícil. Que tenhamos fé e esperança por dias melhores e sabedoria para lidarmos com tantas perdas”, destacou o procurador-geral de Justiça José Antônio Borges Pereira.

O promotor de Justiça Célio Fúrio ingressou no Ministério Público do Estado de Mato Grosso em 1992. Atuou nas comarcas de Água Boa, Tangará da Serra, Rondonópolis, Várzea Grande e em Cuiabá. Na capital, possui relevantes serviços prestados no combate à improbidade administrativa.

DADOS DA PANDEMIA

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (15.04), 338.597 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.937 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/442193/visualizar/