Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Policia MT
Terça - 20 de Abril de 2021 às 20:15
Por: G1-MT

    Imprimir


Delegacia da Polícia Civil de Cláudia — Foto: Polícia Civil de MT
Delegacia da Polícia Civil de Cláudia — Foto: Polícia Civil de MT

Uma mulher, grávida de 5 meses, morreu no último sábado (17) com 90% do corpo queimado após o marido supostamente jogar gasolina na casa e atear fogo no dia 9 deste mês, na zona rural de Cláudia, a 474 km de Cuiabá.

Desde então, Paula Santos Pereira, de 25 anos, estava internada. Ela foi socorrido e encaminhada para o hospital de Cláudia, mas devido à gravidade do quadro de saúde, foi transferida para o Hospital Regional de Sinop.

Paula teria sofrido um aborto no dia em que deu entrada no hospital de Cláudia. Na manhã de sábado ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.

Conforme informações da Polícia Civil, funcionários do hospital de Cláudia foram informados que a vítima teria se queimado ao tentar acender o fogão a lenha.

Ela morava na chácara com os filhos e o marido, que era caseiro em uma propriedade na região e que também sofreu queimaduras.

A Delegacia de Cláudia apura a ocorrência e já ouviu uma das filhas da vítima.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/442287/visualizar/