Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 24 de Outubro de 2007 às 12:23

    Imprimir


Valdivino Cardoso Costa (52) agora passa bem. Ele foi libertado na última segunda-feira de um cômodo nos fundos de uma casa no bairro Jardim São Sebastião II, em Rondonópolis. A vítima era mantida em cárcere privado pela própria família. O sobrinho dele, Márcio Nunes Amorim, foi indiciado.

Valdivino é deficiente e estava trancado há seis meses, em um quarto de seis metros quadrados feito com folhas de zinco. No local havia apenas uma rede, um vaso sanitário, um prato e uma colher. A porta ficava fechada com corrente e cadeado. A única abertura era uma pequena janela. Para retirar o deficiente do local, um outro sobrinho teve que arrombar a porta.

A equipe do Samu foi chamada para levar a vítima ao hospital. Os familiares tentaram explicar os motivos para deixar o deficiente preso. Segundo parentes, Valdivino era muito agressivo e, por isso, decidiram mantê-lo dentro do cômodo. A polícia civil chegou ao local depois que a Promotoria de Justiça denunciou o crime.

Os parentes de Valdivino foram levados ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc). Mas segundo o delegado Lucidio Rondon apenas o sobrinho Márcio Nunes Amorim será indiciado porque era ele quem ficava com as chaves do cômodo onde Valdivino era mantido preso.

Valdivino foi atendido no pronto atendimento médico e depois foi transferido para o Lar Cristão, uma instituição que abriga pessoas portadoras de deficiência. A polícia deve concluir inquérito em 10 dias.





Fonte: TVCA

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/201624/visualizar/