Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 27 de Outubro de 2004 às 14:02

    Imprimir


A cadência das ondas do mar pode gerar energia elétrica e a primeira usina de ondas do país deve ser instalada já no início do ano que vem na costa do Ceará. O projeto-piloto que está sendo desenvolvido por pesquisadores da Coordenação de Programas de Pós-graduação de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro vai gerar 50 quilowatts de energia, suficiente para abastecer 200 residências.

A idéia é do professor da UFRJ Segen Farid Estefen e começou a se tornar realidade a partir da inauguração do tanque oceânico, um laboratório projetado pela Coppe que simula as condições do mar e os fenômenos que ocorrem a até dois mil metros de profundidade. “O tanque gera ondas e o meu estudo aproveita estas ondas para a geração de energia. O mesmo tipo de estudo está sendo desenvolvido em outros países e os resultados obtidos são animadores como alternativa do uso de uma energia limpa”, acrescentou Segen Farid.

Ainda segundo ele, a costa do Ceará foi escolhida para sediar o projeto-piloto da usina de ondas porque naquele litoral as ondas são bastante regulares e propiciam a geração de energia elétrica. O pesquisador explicou que serão necessários R$ 3 milhões para a instalação e monitoramento da usina durante um ano e que no momento os recursos estão sendo captados com a participação do governo do Ceará, da Eletrobrás e da Coppe.

O projeto da usina de ondas foi apresentado na mesa redonda que discutiu as fontes de energia renováveis neste segundo dia do 10º Congresso Brasileiro de Energia, no Hotel Glória. O evento reúne cerca de 500 pesquisadores e especialistas do Brasil e de vários outros países e vai até quinta-feira (27).




Fonte: Agência Brasil

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/369630/visualizar/