Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sexta - 24 de Janeiro de 2014 às 15:13
Por: Laércio Romão

    Imprimir


Os exames toxicológicos serão obrigatórios a partir de julho, em Mato Grosso, para os candidatos às seguintes categorias da Carteira Nacional de Habilitação (CNH): C (para dirigir caminhões pequenos); D (para ônibus); e E (para bitrens). De acordo com publicação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), o exame custará aproximadamente R$ 290 nos laboratórios que serão credenciados ao órgão.

Ainda de acordo com a autarquia, o procedimento é feito com fio de cabelo ou com a unha e serve para detectar a possível presença, no corpo da pessoa, de substâncias como cocaína, maconha, ópio, codeína, morfina, heroína, ecstasy, anfetamina e a metanfetamina, popularmente conhecida por “rebite”, que tira o sono e proporciona, aos motoristas, mais horas ao volante, ocasionando acidentes em função da droga.

A medida se tornou obrigatória, em todo o país, através da resolução 460 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que entrou em vigor este mês. Ela altera a de número 425, de 27 de novembro de 2012, que, entre outras coisas, dispõe sobre o exame de aptidão física e mental, além da avaliação psicológica do candidato à CNH. Mato Grosso terá o prazo de 180 dias para se adequar à exigência.

A partir do dia 1º de julho, as pessoas que já tiverem a primeira habilitação nas referidas categorias, mas que precisarem renovar, também terão que fazer o exame. O objetivo da medida é tentar reduzir o número de acidentes nas estradas, impedindo as pessoas que fazem uso das drogas citadas de conseguir a licença para dirigir.





Fonte: Só Notícias

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/388168/visualizar/