Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Tecnologia
Quarta - 19 de Agosto de 2020 às 16:06
Por: Da Assessoria

    Imprimir


A contratação de serviços ao invés de compra de softwares e equipamentos já é realidade para muitas empresas e condomínios que fazem uso da modalidade TaaS (Tecnologia as a Service em inglês), ou “Tecnologia como serviço”.

A maioria das pessoas já utilizam diversas plataformas como serviço em seu dia a dia. Exemplo disso são os streamings de música como Spotify e Deezer, e de vídeo como Netflix e Amazon Prime, em que o cliente paga uma mensalidade e tem acesso a conteúdo constantemente atualizado. O streaming acabou definitivamente com a necessidade de termos aparelhos específicos em casa para cada tipo de mídia (CD, DVD, BLU-RAY).

Amplamente utilizado no setor de segurança da informação, o TaaS tem crescido em todas as áreas, por usar apenas a internet e o armazenamento em nuvem para oferecer diversos serviços, sem a necessidade de instalação ou atualização de software local.

Em se tratando de segurança, a TaaS envolve a entrega da solução “turn-key” onde o cliente passa a usufruir de todas as vantagens sem se preocupar com os custos de aquisição e manutenção, transferindo para uma empresa especializada a responsabilidade pela gestão dos serviços oferecidos. Muitos clientes têm percebido vantagens nessa modalidade de contratação principalmente por não exigir funcionários próprios dedicados em manter o funcionamento dos softwares e hardwares de gerenciamento, armazenamento, bem como a atualização tecnológica e treinamento de usuários, podendo assim, focar sua atenção apenas na sua atividade principal.

A oferta das soluções de segurança como locação com manutenção inclusa, pode ser uma ótima opção nos dias atuais especialmente devido aos efeitos da crise econômica, em que os empresários precisam manter seu fluxo de caixa para investir no negócio, sem abrir mão da proteção de seu patrimônio e de acompanhar os principais avanços trazidos pela tecnologia.

O escopo desse tipo de prestação de serviço prevê a manutenção preventiva e corretiva com atendimento local em até 2 horas, dependendo do contrato escolhido pelo cliente. Por exemplo, se uma câmera apresentar um problema, o serviço de manutenção é acionado e o equipamento é imediatamente consertado ou substituído. O contrato pode incluir desde um sistema simples, como equipamentos de acesso, catracas e totens, até um completo sistema de videomonitoramento do perímetro interno e externo, com o armazenamento de imagens incluso.

“Uma das vantagens deste modelo de contratação é que o cliente não precisa se preocupar com os custos de manutenção e atualizações do sistema, garantindo o funcionamento ininterrupto da solução e, por consequência, mais segurança”, destaca Wagner Figueiredo, diretor da Ausec, empresa mato-grossense especializada em tecnologias de automação e segurança.

A responsabilidade pela manutenção e o atendimento 24 horas foi o que mais atraiu a empresária Margareth Buzetti para o serviço, instalado há mais de um ano em sua empresa no Distrito Industrial de Cuiabá. “Temos a garantia de um atendimento sempre que precisarmos, a qualquer hora do dia ou dia da semana. Embora, neste período, não tivemos a necessidade de acionar, é bom saber que temos esta segurança”, destaca Buzetti.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/437670/visualizar/