Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Segunda - 20 de Março de 2006 às 11:33

    Imprimir


A Universidade Nacional de Seul anunciou hoje a demissão do geneticista sul-coreano Hwang Woo-suk por causa da manipulação de dados em experimentos sobre a clonagem de embriões humanos.

Além disso, a entidade comunicou que outros seis professores que participaram das pesquisas de Hwang serão punidos com o afastamento de seu cargo durante dois ou três meses e reduções de salário, segundo seu grau de participação.

Hwang pediu desculpas e anunciou em dezembro sua demissão, depois que o comitê universitário confirmou que o cientista manipulou dados da clonagem de embriões humanos para apresentá-los em 2005 na revista "Science", mas sua condição de acusado o impediu de se retirar de seu cargo.

A revista "Science" publicou em maio de 2005 que a equipe de Hwang tinha obtido 11 células-tronco de embriões humanos a partir de 185 óvulos, e que tinha conseguido, pela primeira vez na história, clonar embriões humanos e extrair deles células-tronco.

A revista "Science" se retratou da publicação do estudo e admitiu que a pesquisa tinha sido fraudada.

Os resultados definitivos da investigação da Promotoria sobre as pesquisas do cientista sul-coreano serão publicados no início de abril.

O geneticista tinha defendido a veracidade de sua conquista e atribuiu toda a polêmica gerada pela fraude a seus pesquisadores.

O reitor da Universidade Nacional de Seul, Chung Un-chan, pediu em janeiro perdão pela falsificação dos resultados do cientista e exigiu a punição dos envolvidos no caso.

O escândalo comoveu a opinião pública sul-coreana e destruiu a reputação do sistema científico sul-coreano.





Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://www.reporternews.com.br/noticia/311390/visualizar/