Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica MT
Segunda - 15 de Março de 2010 às 10:00
Por: Lucélia Andrade

    Imprimir


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso, realiza hoje o julgamento do processo contra o prefeito de Nova Olímpia, Francisco Soares de Medeiros (PT). A cassação – ocorrida em setembro do ano passado – teria sido motivada por acusações de compra de votos, e que também valeu  para o vice-prefeito Luiz Roberto Gonçalves e para vereador Florisvaldo Lopes Fernandes, ambos do PT.  O processo  N. 1303/2009 – Classe RE  (Apenso: Processo n. 1304/2009 - Classe RE), está previsto para ser julgado às 18h.

O prefeito Francisco Soares de Medeiros, seria  acusado de compra de votos durante o pleito. A denúncia teve como autor a Coligação ´União por Nova Olímpia´, do segundo colocado no pleito, José Elpídio de Moraes Cavalcante (PR), também com diploma cassado pelo mesmo motivo, além do Ministério Público Eleitoral (processos nº 195/2008 e 196/2008). O juiz Marcelo Sebastião de Moraes, da 13ª Zona Eleitoral, também estabeleceu multa de 25 mil Ufir’s (R$ 48.430,00) e determinou a realização de novas eleições no município. No lugar de Medeiros, assumiu o presidente da Câmara Municipal de Nova Olímpia, Ari Cândido Batista (PPS). 

Depois de pouco mais de um mês afastado, o prefeito Dr Francisco, obteve uma liminar que  o reconduziu ao cargo, ainda no mês de outubro de 2009. Francisco Soares de Medeiros venceu as eleições municipais de Nova Olímpia conquistando 5.262 votos de um total nominal de 9.919 sufrágios. Seu principal oponente, José Elpídio de Moraes Cavalcanti (PR), obteve 4.307 votos.
Nossa reportagem entrou em contato na manhã de ontem, com o advogado do prefeito, Vander José da Silva,  que se limitou a falar sobre o assunto mas garantiu que as expectativas são grandes em relação a decisão do TRE, e que agora os pensamentos devem ser positivos. 





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/139781/visualizar/