Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 19 de Janeiro de 2010 às 19:10
Por: Laura Petraglia

    Imprimir


De agora até o fim deste ano os secretários de Estado e gestores das autarquias estaduais terão que seguir à risca o planejamento anual de gastos e investimentos de cada pasta. A determinação foi dada pelo governador Blairo Maggi, na tarde desta terça-feira (19.01), durante a reunião de secretariado no Palácio Paiaguás. As normas que deverão ser seguidas por todos para que o mandato atual seja encerrado sem esbarrar na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) foram explicitadas pelo secretário de Planejamento, Arnaldo Alves, junto ao Auditor Geral do Estado.


De acordo com o vice-governador, Silval Barbosa, que em abril assume em definitivo o governo do Estado, esse é um ano diferenciado de fim de mandato, já que passará pelo comando de dois gestores. “Teremos dois governadores em 2010, por isso é um ano atípico. O que ficou claro para todos os secretários durante a reunião de hoje é o rigor com que suas contas terão de ser levadas para que a gente chegue ao fim do ano com tudo “no azul”, sem corrermos o risco das sanções e punições da Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse Silval.


Silval também adiantou que o governo irá cobrar das empresas das quais o Estado adquiriu recentemente equipamentos como caminhões, pá carregadeiras, escavadeiras e motoniveladoras, que entreguem todas as máquinas ate dia 31 deste mês, para que possam ser colocadas prioritariamente a serviço dos municípios de Cuiabá e Várzea Grande, para ajudar na limpeza do lixo da dengue e com isso tentar reverter o quadro crescente de casos da doença.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/145493/visualizar/