Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Esportes
Segunda - 21 de Dezembro de 2009 às 17:20

    Imprimir


Depois de ter participado do título da Copa-2002 e da eliminação nas quartas de final no Mundial de 2006, o meio-campista Kaká afirmou que se considera um dos líderes da seleção brasileira para o Mundial da África do Sul-2010.

"Eu chego à minha terceira Copa muito mais experiente por ter vivido uma conquista e uma desilusão. Sou um dos líderes. Mas a seleção tem vários. Tem o capitão Lúcio, o Juan, o Gilberto Silva e eu. Ser líder é uma responsabilidade que encaro como boa", falou o jogador à rádio Jovem Pan.

A seleção caiu no Grupo G da Copa-2010, com Portugal, de Cristiano Ronaldo, companheiro de Kaká no Real Madrid. Os outros times que completam a chave são Costa do Marfim e Coreia do Norte.

"[Brasil e Portugal] são seleções fortes, mas não teve por enquanto rivalidade com Cristiano Ronaldo. Vai ter sempre a amizade, mas cada um defendendo a sua seleção", disse o atleta.

Kaká atualmente se recupera de uma pubalgia (inflamação no púbis) e está afastado dos jogos do Real Madrid. Segundo jornais espanhóis, ele só deve voltar aos gramados no final de janeiro.

"Estou em um estágio avançado [do tratamento de recuperação]. Já voltei a correr e agora é aumentar a intensidade [dos treinos] para ver se a inflamação não volta", declarou o brasileiro.

Kaká é um dos candidatos a receber o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa, que será entregue nesta segunda-feira. Cristiano Ronaldo é outro concorrente. Mas o principal candidato a levar o prêmio é Messi, do Barcelona.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/148040/visualizar/