Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Copa 2014
Segunda - 20 de Maio de 2013 às 13:13
Por: Darwin Júnior

    Imprimir


Faltando pouco mais de um ano para a Copa do Mundo, Mato Grosso ganhará melhor estrutura aérea e maior logística de apoio ao Marechal Rondon durante o evento. Ainda este ano, o aeroporto de Rondonópolis (212 km da capital) subirá de classificação, ganhando capacidade para atender pouso de grandes aeronaves. Assim, em uma eventual necessidade de ‘plano B’ com a chegada de milhares de turistas para a Copa, Cuiabá contará com uma pista alternativa para suprir a demanda aérea.
 


Junto com Rondonópolis, os aeroportos de Sinop e Alta Floresta também passarão a classificação Nível-6, com a chegada de mais um caminhão contraincêndio de aeródromos tipo AP-2 em cada um deles. Significa dizer que os três aeroportos mato-grossenses serão adequados às normas de segurança expedidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operarem com aeronaves de grande porte com capacidade a partir de 150 passageiros. A vantagem para o usuário é a possibilidade do valor das passagens baratearem. As informações são da Secretaria de Comunicação do Estado (Secom).
 


A Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC/PR) conclui até o final do mês de maio a assinatura da Ata de Registro de Preços de Caminhão Contraincêndio e o Governo de Mato Grosso pode aderir a Ata para contratar o fornecedor. Os três veículos custarão R$ 5,4 milhões. Os recursos são do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa) da SAC/PR e da Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu/MT) que entrará com a contrapartida de R$ 270 milhões. 
 


Distantes 212, 500 e 803 km respectivamente da capital, os aeroportos de Rondonópolis, Sinop e Alta Floresta operam com aeronaves de médio porte, a maior delas é a Embraer-175 que comporta 86 passageiros. O convênio para a aquisição dos veículos foi assinado entre o governador Silval Barbosa e o secretário de Aeroportos da SAC/PR, Juliano Alcântara Noman, em dezembro de 2012.
 


A estruturação de aeroportos situados estrategicamente próximos aos terminais das cidades-sede do Mundial é uma recomendadação da Fifa para o Governo Federal brasileiro com a finalidade de evitar o "apagão" aéreo e oferecer alternativa para transporte de passageiros.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/19651/visualizar/