Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Sexta - 01 de Junho de 2007 às 10:46

    Imprimir


Se você teme que o aquecimento global vai transformar o mundo em um grande deserto, é bom rever suas preocupações. Um estudo americano revela que um mundo mais quente será também um mundo mais úmido. De acordo com o trabalho, publicado na revista “Science” deste mês, a taxa de chuvas esperada com o aquecimento global pode chegar a ser três vezes maior do que a esperada pelos cientistas.

Os pesquisadores da empresa americana Remote Sensing Systems, contratada da Nasa, analisaram dados de satélites obtidos entre 1987 e 2006. As informações contradizem algumas bases usadas pelos climatologistas para prever as conseqüências do aquecimento global.

Segundo os modelos teóricos, o aquecimento planetário deve aumentar a quantidade de vapor de água na atmosfera em 6,5% para cada elevação de 1ºC, mas a quantidade de chuvas não deve acompanhar esse crescimento e aumentaria apenas entre 1% e 3%. Isso porque o calor enfraqueceria os ventos de superfície e atuaria contra a evaporação de água dos oceanos.

Os dados do grupo liderado por Carls Mears, no entanto, mostram que a elevação de temperatura não enfraquece, mas fortalece os ventos. Com isso, a quantidade de chuvas subiria tanto quanto a umidade – e poderia chegar a ser até três vezes maior do que os cientistas esperavam.

Os pesquisadores não sabem onde toda essa chuva extra vai cair, mas tudo indica que as áreas úmidas vão ficar ainda mais úmidas. Por outro lado, as regiões secas podem não sofrer tanto.

Segundo os cientistas, ou os modelos usados estão errados ou duas décadas é muito pouco tempo para fazer uma avaliação adequada. Por enquanto, a pesquisa é um importante auxílio para desvendar os nós das conseqüências do aquecimento global. Mais estudos precisarão ser feitos para confirmar o que nos espera.





Fonte: G1

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/224256/visualizar/