Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Sexta - 13 de Abril de 2007 às 14:32
Por: Adriane Rangel

    Imprimir


É do conhecimento público que o sistema prisional do país se encontra totalmente defasado. Em nosso estado, principalmente no município de Tangará da Serra, a situação não é diferente. O número de vagas oferecidas pelo sistema carcerário está muito aquém do número de presos existentes na cadeia do município. Implementar ações de investimento no setor de segurança pública foi uma das principais reivindicações do deputado Wagner Ramos (PR) e de lideranças e membros do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) do município, que estiveram reunidos, ontem (12), com o secretário de Segurança Pública do Estado, Carlos Brito.

Durante a reunião, foi apresentada ao secretário uma extensa pauta de reivindicações que visa a proporcionar à população uma melhor estrutura na área de segurança pública. “Nós apresentamos 10 indicações e uma das prioridades é a construção de uma nova cadeia. A Cadeia Pública, hoje, está interditada; existe uma determinação judicial do Ministério Público que impede a prisão de criminosos por causa da superlotação”, justificou.

O deputado disse ter ficado satisfeito com a reunião. “Vejo que o secretário tem uma habilidade muito grande e vontade de resolver os problemas de segurança. É claro que hoje passamos por dificuldade no setor de Segurança Pública, que não é um problema exclusivo do estado de Mato Grosso, mas do Brasil. Acredito que com a vontade do secretário de fazer um novo modelo de segurança alcançaremos os nossos objetivos”, frisou.

O parlamentar explicou que o presídio de Tangará da Serra tem capacidade para comportar apenas 42 detentos e, no entanto, possui 112. Ele observa que esse número de presos extrapolada em muito (2,5 vezes) a capacidade prisional do município. Por isso solicita a viabilidade, com urgência, da construção dessa cadeia pública.

De acordo com o deputado para a construção da nova cadeia em Tangará, já existem recursos alocados da ordem de R$ 5 milhões. Desse montante, R$ 4,5 milhões são oriundos do Governo Federal e R$ 500 mil do Governo do Estado. Além disso, já existe um terreno doado pela Prefeitura Municipal. Segundo Wagner Ramos, agora, estão esperando a solicitação da Caixa Econômica Federal para que possam começar essa obra de emergência.

“Com esse quadro alarmante, muitas pessoas que cometem pequenos delitos estão voltando para casa. Nós estamos inchando os presídios das cidades vizinhas. Acho que não é justo contribuir negativamente para piorar a situação dos outros municípios”, afirma o parlamentar.

Além da reivindicação da cadeia, o deputado destacou a necessidade de aumento de efetivo de policiais civis e militares; do melhoramento nos salários dos próprios policiais, dos bombeiros dos policiais civis, da renovação da frota de veículos, construção do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) e aquisição de equipamentos para policias, dentre outros aspectos importantes.

O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito ressaltou que, passados 100 dias da gestão, já se pode obter uma visão mais ampla do que é o sistema de Segurança Pública no Estado. Brito explicou que nesse período já foi tomada uma série de providências administrativas. Além disso, ele argumentou que quando concluídos os prazos licitatórios de algumas iniciativas, a Secretaria deverá contemplar o município, com uma nova cadeia pública, melhoria no atendimento das viaturas policiais, no efetivo da policia, dentre outros.

Brito diz que a pauta é extensa, “mas com os esforços feitos, junto ao governador Blairo Maggi, é possível que dentro em breve possamos ter resposta de todos os encaminhamentos solicitados. No início do segundo semestre, muitas coisas estarão boas irão acontecer no que se refere ao reforço na estrutura de segurança, no município de Tangará”.

O deputado Wagner Ramos também elogiou o esforço do Governo em ampliar a frota de veículos para uso das polícias. O parlamentar disse que estão recebendo uma boa resposta do secretario. Brito anunciou que vai ser feito um trabalho diferenciado através de aluguel de veículos.

Ramos explicou que serão alugados veículos para policia. Além disso, esses veículos principalmente da capital, e os veículos que já existe do Governo do Estado da capital serão transferidos para o interior.

“Tangará é um dos municípios que obteve um dos melhores resultados da redução da violência e, conseqüentemente, da criminalidade. O que, na verdade, se cobra é dar as condições para que se consiga avançar mais ainda com esses resultados”, finalizou Ramos.

Interlocução

O secretário avaliou como positiva a reunião com Wagner Ramos e as lideranças. “A visita do deputado sem dúvida estreita o relacionamento com o Governo. É o papel do parlamentar, que é eleito pela comunidade para representar os anseio da população e fazer o trabalho legislativo, o que inclui essa interlocução”, salientou. Ele completa que ao fazer essa integração, compartilhando interesses, quem ganha é a sociedade. “Acredito que a intervenção do parlamentar foi muito feliz e produtiva para o município”, afirmou Carlos Brito.





Fonte: AL

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/232527/visualizar/