Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Politica Brasil
Quinta - 12 de Abril de 2007 às 07:58
Por: Juliana Scardua

    Imprimir


O governador Blairo Maggi (PR) tem o melhor índice de aprovação entre a população cuiabana se comparando com a avaliação do prefeito Wilson Santos (PSDB) e do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A avaliação positiva da gestão do prefeito despencou 63,7% junto à população cuiabana, passou de 68,2% no início de 2005 para 31,6% em 2007. O prefeito ainda apresenta a maior rejeição na comparação com o governador Blairo Maggi (PR) e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), cuja administração é reprovada por 28% dos chefes de família da Capital. Os dados constam na pesquisa Nossa Casa, promovida pelo Vetor Pesquisas.

O desempenho de Wilson se contrapõe principalmente ao de Maggi, que ostenta a avaliação positiva sob o crivo de 43% dos entrevistados. Na outra ponta, 10,2% dos chefes de família cuiabanos consideram o desempenho de Maggi à frente do governo do Estado como ruim ou péssimo.

O presidente Lula desponta na pesquisa com 34% de aprovação e uma rejeição entre 20,4% dos entrevistados. Conforme os dados apurados, o disparate na avaliação negativa entre os três gestores ainda conferem ao prefeito Wilson o pior desempenho entre aqueles que consideram a administração regular. Ao todo, 38,4% encaram a gestão de Santos como “mediana”, enquanto 44,6% atribuem essa opinião a Maggi. Já a atuação de Lula é considerada regular por 44,4% dos entrevistados.

No retrato mais completo, apenas 3% dos entrevistados encaram como ótima a gestão de Wilson. Outros 28,6% avaliam o governo do tucano como bom. Na contramão dessa parcela de chefes de família, 13,8% sustentam que o governo de Santos é ruim, ao passo que 14,2% o encaram como péssimo.

A socióloga e diretora de Pesquisas do Vetor, Miriam Braga, analisa que o “desencanto” da população perante o trabalho de Wilson Santos à frente da prefeitura pode ser encarado como natural na comparação com o resultado da pesquisa anterior, feita no início do mandato.

“O que ocorre é um pouco de descrédito nessa expectativa positiva que a população mantinha diante de um novo prefeito e que acabou em parte não se concretizando em ações no governo”. Elaborada a cada dois anos, a pesquisa Nossa Casa foi realizada entre os dias 1º e 15 de março e ouviu 500 chefes de família na Capital. A margem de erro do levantamento é de 5%.

Santos inspira bem menos confiança junto à população hoje ante o início do mandato no Palácio Alencastro e ainda o pior resultado entre os três gestores. O grau de confiabilidade depositado no prefeito hoje é de 66,8% contra 83,6% há dois anos. O recuo faz com que o político passe do posto de campeão para a última posição no quesito entre os três gestores avaliados.





Fonte: Diário de Cuiabá

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/232717/visualizar/