Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Sexta - 16 de Fevereiro de 2007 às 13:49

    Imprimir


O mês de janeiro foi considerado o mais quente desde 1880, data mais antiga em que há registros das temperaturas do planeta. Segundo o Centro de Dados Climáticos dos EUA, de Asheville, as temperaturas ficaram 4°C acima do normal para janeiro.

O número não só ultrapassa o recorde de 2002, mas o ultrapassa de maneira exagerada os 0,56 ºC registrados, o que já é uma grande variação, segundo meteorologistas. Normalmente, as variações de um ano para o outro têm diferenças de centésimos de graus.

"É muito raro que um recorde seja quebrado com toda esta diferença. Eu fiquei muito surpreso", disse o chefe dos serviços científicos do centro, David Easterling. Os cientistas checaram, como é feito normalmente, os dados e levaram adiante processo de testar os modelos dos computadores, o que não é comum, "apenas para ter certeza de que era real", contou Easterling.

As maiores variações de temperatura foram registradas nas latitudes nortes. A Sibéria ficou 5,1ºC acima da sua média normal em janeiro. O leste europeu tevem calor 4,5ºC acima. O Canadá ficou 2,8ºC mais quente. "Grandes aumentos das temperaturas no norte, comparado com as latitudes médias, é um tipo de aviso do aquecimento global", explicou Easterling.





Fonte: AP

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/241567/visualizar/