Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Economia
Quinta - 28 de Setembro de 2006 às 16:18

    Imprimir


O Governo do Estado garantiu abertura de linha de crédito para a instalação de usinas de biodiesel em Mato Grosso. A lei complementar atende a demanda das usinas com capacidade produtiva de 80 a 8.000 litros por dia. Modificado o Art. 3° da Lei Complementar Nº 140, que trata sobre os fundamentos da MT Fomento, assegura nova atribuição proposta pelo deputado José Riva (PP). O chefe de executivo estadual, governador Blairo Maggi (PPS), autorizou a publicação no Diário Oficial do Estado (D.O.E).

Riva, autor da proposta, tem intensificado sua ação neste segmento por considerar uma saída na composição da economia, através de investidores ecologicamente corretos.

A instalação de usinas possibilita o esmagamento para a produção do óleo e refinamento, separando a glicerina e gerando mais emprego e renda, inclusive, para os assentamentos e pequenos produtores de grãos oleaginosos, a exemplo do pinhão manso, mamona, soja, babaçu, entre outros.

Para os pequenos produtores, conforme o deputado Riva, é uma alternativa viável e rentável. “A adição de biocombustíveis ao óleo diesel, mais que uma promessa futura, é uma realidade que movimenta veículos em todo o Brasil. Com um potencial imenso, Mato Grosso tem na produção do chamado “biodiesel” uma possível redenção para os assentamentos, que, produzindo óleo em pequenas propriedades, terão grandes possibilidades de se firmarem economicamente e conseguirem auto-sustentabilidade”, argumenta o parlamentar progressista.

“A MT Fomento é uma importante ferramenta de gestão pública, com mais linhas de crédito, pode incrementar suas ações visando melhor distribuir a renda, criar empregos e elevar a arrecadação, modernizando a infra-estrutura econômica e social e corrigindo os desequilíbrios regionais, que são propósitos estabelecidos na Constituição do Estado”, explica Riva ressaltando a decisão do chefe do executivo. “O governador Blairo Maggi reconhece a importância em proceder abertura destas linhas de crédito para novos investidores de portes pequeno e médio. É prioridade mundial a defesa do meio ambiente, conciliando a exploração de seus recursos de forma correta e sustentada, mais uma vez ele (BM) acerta”, finaliza.





Fonte: 24HorasNews

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/272785/visualizar/