Publicidade
Repórter News - www.reporternews.com.br
Meio Ambiente
Sexta - 22 de Setembro de 2006 às 08:07

    Imprimir


Os dois últimos tigres brancos do zoológico de Chandigarh, no norte da Índia, morreram, segundo a edição de hoje do jornal "Times of India".

"Ontem à noite os vimos brincando em sua jaula, por volta de uma da madrugada, e os dois pareciam estar bem", afirmou Kuldeep Kumar, conservador do zôo.

Um tigre de bengala tinha aparecido morto no mesmo zoológico na semana passada. A causa das mortes pode ter sido um foco de hepatite, mas os veterinários preferem esperar os resultados das autópsias antes de assegurar algo.

Além disso, na terça-feira passada, uma leoa morreu no mesmo zôo, mas neste caso se tratava de um animal de idade avançada.

Os tigres brancos tinham se transformado em uma das principais atrações do parque, devido a sua raridade, já que eram dos poucos exemplares desta espécie que ainda se conservavam em cativeiro.

"Viemos de Nova Délhi especialmente para ver os tigres", disse Kapil Gupta, um visitante.

Apesar destas perdas, o zôo ainda conta com outros grandes felinos: dez tigres de bengala e vinte leões.

Em agosto, outros cinco tigres e um leopardo morreram no zôo de Ranchi, no estado indiano de Jharkhand (leste), devido a uma doença infecciosa identificada como "babesiosis". O único tigre que ficou vivo e os cinco leões do zôo foram levados para outro parque.

No mesmo mês, seis leões morreram no zôo de Nova Délhi, entre eles quatro filhotes, o que causou os protestos de grupos de proteção da natureza sobre as condições e o ambiente nos quais os animais vivem.

No último ano, autoridades da Índia, entre elas o primeiro-ministro, Manmohan Singh, expressaram sua preocupação com o dramático desaparecimento de tigres, devido sobretudo à atividade dos caçadores e à ocupação humana dos santuários destes animais.

Segundo fontes oficiais, somente 3.600 tigres vivem em liberdade, embora alguns especialistas e organizações defensoras dos animais assegurem que o número possa ser inferior a 2 mil.




Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://www.reporternews.com.br/noticia/274171/visualizar/